Conversas entre Biden e McConnell teriam avançado

Conduzidas pelo líder republicano no Senado, Mitch McConnell, e pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, as negociações sobre o abismo fiscal "progrediram na madrugada" do domingo (30) para esta segunda-feira, segundo informou uma fonte da Casa Branca nesta segunda-feira pela manhã. Um porta-voz de senador McConnell disse que os dois "continuarão a trabalhar em direção à solução".

O abismo fiscal nos EUA diz respeito a uma série de cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos que entrarão em vigor no dia 1º de janeiro, caso não haja acordo no Congresso até o fim desta segunda-feira. Segundo economistas, se o abismo se concretizar, o resultado econômico pode levar os EUA a uma recessão.

Em agosto de 2011, o Congresso dos EUA aprovou a Lei de Controle do Orçamento para resolver a crise sobre a elevação do teto da dívida do país. Na ocasião, foi criado um super comitê bipartidário com a missão de elaborar um plano para reduzir o déficit orçamentário em US$ 1,2 trilhão ao longo da próxima década.

Caso não haja um acordo até o fim desta segunda-feira, entrarão em vigor os cortes de gastos e aumentos de impostos automáticos, que podem afetar duramente a ainda frágil recuperação da economia norte-americana. As informações são da Dow Jones.

Carregando...