Mercado abrirá em 6 h 7 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.873,20
    +6,70 (+0,36%)
     
  • BTC-USD

    34.504,15
    -158,46 (-0,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    682,68
    -17,93 (-2,56%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.020,75
    +378,47 (+1,28%)
     
  • NIKKEI

    28.736,37
    +102,91 (+0,36%)
     
  • NASDAQ

    13.373,75
    +79,50 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

Controle do Senado por democratas ajuda meta climática de Biden

Jennifer A. Dlouhy, Josh Saul e Ari Natter
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A pequena vantagem que os democratas conquistaram no Senado renova as esperanças de ao menos uma legislação limitada para combater a mudança climática, como medidas para cumprir a promessa do presidente eleito Joe Biden de promover o uso de veículos elétricos e energia limpa.

Mas o ambicioso Green New Deal, bem como as propostas polêmicas para eliminar combustíveis fósseis e banir o fraturamento hidráulico, ainda está congelado.

“Pequenas maiorias na Câmara e no Senado podem não ser suficientes para que o partido de Biden promulgue uma lei climática abrangente”, disse Kevin Book, diretor-gerente da empresa de pesquisa ClearView Energy Partners. Ainda assim, acrescentou, “um Senado azul limitado poderia permitir um estímulo verde maior, e a captura de carbono e créditos de veículos elétricos poderiam fazer parte disso”.

Os democratas que controlam a Câmara e o Senado após o segundo turno da Geórgia na terça-feira podem ajudar a cumprir as ambições de energia limpa de Biden, gastando em programas de energia renovável e revogando incentivos fiscais que expandem os combustíveis fósseis. Eles serão capazes de confirmar mais rapidamente os indicados de Biden para regular a energia e o meio ambiente e revogar rapidamente algumas regras de Trump de última hora que amenizaram os padrões de eficiência e limites de poluição.

Ainda assim, com uma estreita maioria na Câmara - e seu controle no Senado depende do desempate da vice-presidente eleita Kamala Harris -, líderes democratas terão que contornar os moderados em seu próprio partido e atrair 60 votos para superar uma obstrução contra uma ampla legislação ambiental.

O controle do Senado “dará à agenda econômica de energia limpa dos democratas uma chance muito maior de aprovação, seja por meio de incentivos fiscais e medidas de gastos em um projeto de lei do orçamento ou legislação de infraestrutura mais ampla”, disse Paul Bledsoe, ex-assessor da Casa Branca sob o presidente Bill Clinton que agora trabalha no Progressive Policy Institute.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.