Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,63 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,59 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,34
    -0,63 (-0,88%)
     
  • OURO

    1.745,80
    -5,60 (-0,32%)
     
  • BTC-USD

    46.057,49
    -1.834,32 (-3,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.151,79
    -73,74 (-6,02%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,42 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.044,82
    -875,94 (-3,51%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,75 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.258,50
    -67,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1938
    -0,0056 (-0,09%)
     

Contratos futuros do minério de ferro despencam na China para menor valor em 9 meses

·1 minuto de leitura
Minério de ferro no porto de Dalian

PEQUIM (Reuters) - Os contratos futuros do minério de ferro na China atingiram o nível mais baixo em nove meses nesta quarta-feira, com a queda na produção de aço da maior produtora aumentando as preocupações em torno da demanda pela matéria-prima.

A produção mensal de aço bruto da China caiu pelo terceiro mês consecutivo para 83,24 milhões de toneladas em agosto, mostraram dados do órgão nacional de estatísticas, tornando a produção média diária mais baixa desde março de 2020.

Os contratos futuros do minério de ferro mais negociados na Bolsa de Commodity de Dalian, para entrega em janeiro, chegaram a cair 4,3%, para 683 iuanes (106,02 dólares) por tonelada, o menor valor desde 9 de dezembro de 2020. O contrato fechou em queda de 2,9%, para 693 iuanes.

Os preços do minério de ferro spot com 62% de teor de ferro para entrega na China caíram 2 dólares, para 125 dólares a tonelada na quarta-feira, de acordo com a consultoria SteelHome. SH-CCN-IRNOR62

Os preços de outros ingredientes siderúrgicos fecharam de formas variadas.

Os contratos futuros do carvão metalúrgico de Dalian subiram 0,3%, para 2.744 iuanes por tonelada, enquanto o coque caiu 0,2%, para 3.373 iuanes por tonelada.

A produção de coque da China em agosto ficou em 39,67 milhões de toneladas, queda de 5% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

"Os preços globais das commodities ainda estão em níveis elevados e ainda há incerteza nas tendências futuras, apesar das quedas recentes", disse um porta-voz do escritório de estatísticas em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira.

(Reportagem de Min Zhang e Shivani Singh)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos