Mercado fechará em 1 h 5 min
  • BOVESPA

    106.964,98
    -3.821,45 (-3,45%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.887,88
    -410,32 (-0,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,83
    -1,59 (-1,91%)
     
  • OURO

    1.780,40
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    62.657,21
    -3.660,83 (-5,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.484,51
    -50,13 (-3,27%)
     
  • S&P500

    4.533,06
    -3,13 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    35.472,39
    -136,95 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.426,00
    +48,50 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6035
    +0,0839 (+1,29%)
     

Contra pacote de austeridade do governo do Rio, servidores programam novo ato na Alerj

·1 minuto de leitura

O Fórum Permanente dos Servidores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (Fosperj) fará uma manifestação na porta da Assembleia Legislativa (Alerj) na próxima terça-feira (21 de setembro), a partir do meio-dia, contra o pacote de austeridade do governo do Rio, que será votado pelos deputados na semana que vem. Elaborado em função do novo Regime de Recuperação Fiscal (RRF), o plano do Executivo contém propostas que afetam direitos dos servidores, como o fim do triênio e o aumento da idade para aposentadoria.

Nesta quinta-feira, a Alerj encerrou a série de audiências públicas marcadas para discussão das mensagens do governo. Até agora, 158 propostas de emendas já foram publicadas no Diário Oficial. Elas devem ser apresentadas na semana que vem e, depois, uma nova rodada de audiências públicas será realizada.

— Após essa rodada de conversas, nós vamos modificar esses textos de alguma forma. Vamos encaminhar para um texto construído pelo parlamento, pelas representações da sociedade e sobretudo pelo governo. São muitos pontos de vista, muitas reivindicações das categorias. Temos ouvido muito e tenho convicção de que há muitas mudanças a serem feitas e que o governo está aberto a elas — disse o presidente da Comissão de Servidores Públicos da Alerj, deputado Rodrigo Amorim (PSL).

Na última quarta-feira (15), diversas categorias do funcionalismo estadual, principalmente das forças de segurança pública, protestaram em frente à Alerj. Um dia antes, houve uma mobilização de professores no local.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos