Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    -0,13 (-0,18%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -0,10 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    38.956,58
    +2.985,10 (+8,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,87 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    -1,50 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1913
    +0,0378 (+0,61%)
     

Contra o Nova Iguaçu, Botafogo pode ficar três jogos sem ser vazado pela segunda vez na temporada

·3 minuto de leitura


Após o empate em 0 a 0 no primeiro confronto, Botafogo e Nova Iguaçu voltam a se enfrentar pelo segundo jogo da semifinal da Taça Rio, neste domingo. Para a partida que será realizada às 18h, no Estádio Nilton Santos, somente a vitória importa para o Glorioso, uma vez que o Nova tem a vantagem da igualdade no agregado por conta da melhor colocação na Taça Guanabara. Assim, para não sofrer riscos e chegar a final contra o Vasco, o melhor cenário é aquele em que a equipe não seja vazada. Caso isso ocorra, será a segunda vez na temporada em que o Alvinegro chegará a pelo menos três jogos consecutivos sem sofrer gols.

> Veja os resultados dos primeiros jogos das semifinais da Taça Rio

Embora esteja em um ano de reestruturação e não tenha alcançado os objetivos principais na Taça Guanabara e Copa do Brasil - classificando-se para as fases seguintes -, o Glorioso pode atingir uma marca importante no duelo contra o Nova Iguaçu. Pelo menos no que se diz respeito a autoestima do atual elenco.

Assim, podendo apenas vencer a partida contra a Laranja da Baixada, caso não sofra nenhum gol, o Glorioso conseguirá alcançar três partidas consecutivas sem ser vazado, pela segunda vez nesta temporada, após ter sofrido gols em sete jogos seguidos do Estadual. É sempre importante lembrar que a qualidade deste elenco e o futebol apresentado está longe de ser o ideal, no entanto, é indiscutível que o sistema defensivo da equipe é o 'ponto forte' deste Botafogo que tenta se reerguer.

Com o provável retorno de Gilvan, que conseguiu se recuperar a tempo de uma tendinite no calcâneo esquerdo, Chamusca deve optar pela zaga composta por Kanu e o próprio Gilvan. Junto a Paulo Victor - que também faz parte da linha defensiva -, talvez os zagueiros sejam os mais regulares na atual temporada do Alvinegro. Dessa forma, atingir metas como está - de não ser vazado -, por mais que ainda sejam pequenas, é algo importante para um time que sofre muito por, acima de tudo, não ter confiança.

CONFIRA A SEQUÊNCIA DO BOTAFOGO SEM SOFRER GOLS NA TEMPORADA:

1ª rodada do Carioca: Botafogo 0 x 0 Boavista
2ª rodada do Carioca: Botafogo 3 x 0 Resende
3ª rodada do Carioca: Bangu 0 x 0 Botafogo
​1ª fase da Copa do Brasil: Moto Club 0 x 5 Botafogo

É claro que para conseguir chegar a final contra o Vasco, o Glorioso não terá um ataque muito potente pela frente. Na Taça Guanabara, o Nova marcou 16 gols em 11 jogos, ficando com o 5º ataque mais letal da competição - na frente do Alvinegro, que ficou em 6º lugar neste quesito, com 14 gols.

Por outro lado, no Carioca, a zaga do Botafogo se manteve firme e com bons números. Tendo sofrido apenas nove gols na Taça Guanabara, os defensores Alvinegros ficaram em 2º lugar como defesa mais sólida da competição. Na liderança de melhor sistema defensivo estava a Portuguesa-RJ, que acabou a competição com oito gols sofridos. Porém, como levou um tento do Fluminense, na semifinal do Carioca, agora, Botafogo e Lusa seguem empatados na ponta deste fator.

RETROSPECTO FAVORÁVEL DO CONFRONTO

Botafogo e Nova Iguaçu duelaram apenas em 11 ocasiões na história. Com isso, o retrospecto é amplamente favorável ao Glorioso: sem nunca ter perdido para equipe da Baixada, são seis vitórias e cinco empates, com 20 gols marcados e nove sofridos.

Além disso, está será a terceira vez que os times se enfrentam na temporada. Na fase regular do Carioca, o Botafogo derrotou o Nova Iguaçu por 2 a 1. O duelo foi válido pela 6ª rodada: Ênio e Marco Antônio marcaram nos acréscimos para virar uma partida que parecia perdida para o Alvinegro.