Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.591,41
    -172,20 (-0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.435,45
    +140,62 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,84
    +2,27 (+2,07%)
     
  • OURO

    1.821,40
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    20.357,49
    -481,57 (-2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,05
    -9,01 (-2,00%)
     
  • S&P500

    3.821,55
    -78,56 (-2,01%)
     
  • DOW JONES

    30.946,99
    -491,27 (-1,56%)
     
  • FTSE

    7.323,41
    +65,09 (+0,90%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    11.680,50
    -360,00 (-2,99%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5415
    -0,0026 (-0,05%)
     

'Contas fakes' bloqueiam compra do Twitter, segundo Musk

O bilionário Elon Musk afirmou nesta terça-feira a existência de problemas em seu projeto de compra do Twitter, por 44 bilhões de dólares. O empresário voltou ao ponto da quantidade de usuários falsos na rede social e classificou como tópico "muito importante".

"Possuem problemas não resolvidos", declarou Musk no Fórum Econômico do Catar em uma videoconferência. O bilionário não se estendeu, mas descreveu a compra do Twitter como um tema "sensível".

Segundo ele, a rede social considera o número de contas falsas e de spam como menos de 5% dos usuários diariamente ativos, mas o empresário duvida.

"Esperamos sempre uma solução sobre esse assunto tão importante", disse o chefe da Tesla e SpaceX, quando o Twitter finalmente aceitou dar informações necessárias sobre o tema, no início de junho.

A dúvida do Twitter e a votação favorável dos acionistas também fazem parte dos pontos a serem resolvidos, acrescentou.

Elon Musk deseja que 80% da população americana e a metade do mundo chegue na rede social, e reconhece ser necessário "um espaço onde as pessoas não se sintam desconfortáveis ou intimidadas".

Neste tópico entra em jogo o conceito de liberdade de expressão, "diferente do livre acesso" aos conteúdos. "O Twitter deveria deixar as pessoas dizerem o que quiserem, de acordo com os limites da lei e limitar o que as pessoas veem seguindo a preferência dos usuários", defendeu.

Se seu projeto de compra obtiver sucesso, Elon Musk deseja ser o "piloto do produto" do Twitter, como fez com Tesla e SpaceX, sem que seja necessário ter o título de CEO.

pel-tw/aem/hj/eg/mb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos