Mercado fechará em 1 h 20 min
  • BOVESPA

    107.855,12
    +996,25 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.629,35
    +23,79 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,63
    +3,14 (+4,52%)
     
  • OURO

    1.785,20
    +5,70 (+0,32%)
     
  • BTC-USD

    50.956,41
    +1.850,57 (+3,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.313,48
    -7,80 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.688,59
    +96,92 (+2,11%)
     
  • DOW JONES

    35.738,45
    +511,42 (+1,45%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.308,50
    +465,75 (+2,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3337
    -0,0899 (-1,40%)
     

Contas de luz ficarão 16% mais caras; veja quais estados terão aumento

·1 min de leitura
(Photo by Mayank Makhija/NurPhoto via Getty Images)
(Photo by Mayank Makhija/NurPhoto via Getty Images)
  • Serão cerca de 8 milhões de pessoas afetadas por um aumento de até 16% na fatura

  • Elevação do preso é resultado da inflação, escassez de água nos reservatórios, e aumento do dólar

  • Mudança prevê também, aumento da economia de luz por cidadãos

Dois estados e o Distrito Federal terão aumento na conta de luz a partir de hoje. Segundo anúncio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao todo, serão cerca de 8 milhões de consumidores que sofrerão um reajuste de até 16% nas suas faturas.

A mudança foi autorizada nesta quinta-feira (21). Segundo a Aneel, o aumento é causado pelos custos adicionais relatados pelas empresas, devido à inflação, escassez hídrica dos reservatórios, e pela variação do dólar.

Leia também:

Em São Paulo, os 4 milhões de clientes das empresas EDP e CPFL Piratininga serão afetados. Com um aumento de cerca de 16% para as residências e 4% para as indústrias de alta-tensão, a nova tarifa entra em vigor neste sábado (23).

Já em Goiás, a empresa Enel Distribuição está autorizada a aumentar o valor em 16% para as residências e em 14% para as indústrias de alta tensão. Neste caso, a alteração entra em vigor hoje, sexta-feira (22)

Brasília, infelizmente, não ficará de fora dessa. A empresa Neoenergia poderá aumentar a tarifa em 11% para as residências e em 9% para as indústrias de alta tensão. Assim como em Goiás, os novos preços entram em vigor hoje (22).

De acordo com a reguladora, estas alterações estão previstas nos contratos de concessão com as empresas. Com o propósito de cobrir os investimentos e as despesas das empresas, aos consumidores são deixados apenas a opção de reduzir seus gastos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos