Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    32.954,97
    +758,39 (+2,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Conta de luz ficará mais cara a partir deste sábado

·1 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 21.02.2019 - Conta de luz Enel SP. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 21.02.2019 - Conta de luz Enel SP. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Aneel (agência reguladora do setor) aprovou nesta terça-feira (30) o reajuste das tarifas da Enel São Paulo, antiga AES Eletropaulo. Em média, o consumidor pagará 4,23% a mais pelo serviço a partir de 4 de julho.

De acordo com a agência, o cálculo do reajuste considera a variação de custos associados à prestação do serviço, os encargos de transmissão de energia e os custos gerenciados pela empresa para manter suas atividades.

"No caso da concessionária paulista, os itens que mais impactaram o reajuste foram os custos com aquisição de energia da hidrelétrica de Itaipu, valorada em dólar, e os custos de transmissão de energia", esclarece a Aneel.

A Enel atende cerca de 7 milhões de unidades consumidoras localizadas em 24 municípios de São Paulo e região metropolitana.

Consumidores residenciais terão reajuste de 3,61%. Já empresas conectadas em baixa tensão, pagarão, em média, 3,58% a mais pelo serviço, e as em alta tensão, 6%.

PARCELAMENTO CONTA DE LUZ

Os clientes da Enel-SP podem optar pelo parcelamento da conta de luz, sem cobranças de juros.

A distribuidora está disponibilizando, no site, uma ferramenta que permite a simulação de diversas formas de negociação. O cliente pode, então, escolher a melhor forma de parcelar as faturas em atraso.

O parcelamento pode ser feito em até oito vezes, com parcelas cobradas nas próprias faturas de energia, ou em até 12 vezes no cartão de crédito. Em ambos os casos, não serão cobrados juros, afirma a concessionária.

Locais para negociação:

o Portal de Negociação: https://portalnegociacao.eneldistribuicaosp.com.br/#/home

o Aplicativo Enel São Paulo: https://www.eneldistribuicaosp.com.br/atendimento/aplicativo-enel

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos