Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.941,68
    +51,80 (+0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.463,55
    +320,55 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    115,07
    +0,98 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.857,30
    +3,40 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    28.832,12
    -208,74 (-0,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    625,79
    -3,71 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.158,24
    +100,40 (+2,47%)
     
  • DOW JONES

    33.212,96
    +575,77 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.585,46
    +20,54 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    20.697,36
    +581,16 (+2,89%)
     
  • NIKKEI

    26.781,68
    +176,84 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.717,50
    +438,25 (+3,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0751
    -0,0429 (-0,84%)
     

Conta de luz ficará até 25% mais cara em dez estados

Aumentos na conta de luz vem para reajustar a compensação das distribuidoras de energia
Aumentos na conta de luz vem para reajustar a compensação das distribuidoras de energia
  • Próximo estado a sofrer com aumento será Minas Gerais, alertou o deputado Domingos Neto (PSD-CE);

  • Contas de luz ficaram entre 17% e 25% mais cara nos estados;

  • Reajuste serve para compensar distribuidoras elétricas pela falta de arrecadação durante 2020 e 2021.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está para autorizar o aumento na conta de luz em até dez estados brasileiros. Alguns, como o Rio de Janeiro, já tiveram seu aumento decretado no ano passado, enquanto outros, como Minas Gerais, provavelmente verá um aumento no próximo dia 22.

De acordo com a agência regulatória, os efeitos econômicos da pandemia de COVID-19 e da escassez hídrica sofrida pelo Brasil nos últimos anos são os principais motivos pelo aumento atual da conta de luz. Cerca de 50% dos aumentos têm como base esses problemas.

De acordo com Marcos Madureira, presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), cerca de R$ 28,34 bilhões não foram repassados para as distribuidoras em 2020 e 2021. “Basicamente, todos os reajustes que vamos ter em 2022 são custos que estão vindo de anos anteriores”, afirmou Madureira em reunião na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados.

Dez estados sofrem com propostas de aumentos na luz

Nos últimos meses, dez estados já tiveram suas tarifas de luz reajustadas para cima de modo a compensar os prejuízos das distribuidoras de energia. Em média, os reajustes ficam entre 17% e 25%, com o Ceará apresentando o maior reajuste, de 24,85%.

Outros estados que já tiveram um reajuste aprovado são Bahia (21%), Alagoas (20%), Rio Grande do Norte (20%), Pernambuco (19%), Mato Grosso (18%), Mato Grosso do Sul (17%), Sergipe (17%) e Rio de Janeiro (17%). Segundo o deputado federal Domingos Neto (PSD-CE), que tenta barrar os aumentos no Congresso, o próximo estado a ter aumento será Minas Gerais. "E já aviso os mineiros: haverá aumento no dia 22 de maio”, alertou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos