Mercado abrirá em 1 h 38 min
  • BOVESPA

    125.675,33
    -610,27 (-0,48%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.634,60
    +290,49 (+0,57%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,45
    -0,17 (-0,23%)
     
  • OURO

    1.831,50
    -4,30 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    38.824,53
    -1.346,43 (-3,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    922,42
    -7,94 (-0,85%)
     
  • S&P500

    4.419,15
    +18,51 (+0,42%)
     
  • DOW JONES

    35.084,53
    +153,60 (+0,44%)
     
  • FTSE

    7.017,57
    -60,85 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.890,00
    -147,75 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0310
    -0,0095 (-0,16%)
     

Conta de energia está mais cara e vai continuar a subir; entenda por quê

·2 minuto de leitura
Piggy bank with light bulb, calculator and money on wooden background.
Gastos com o adicional de termelétrica serão de R$ 9 bilhões, repassados aos consumidores
  • Conta de luz teve alta de 5,37% em maio

  • Aumento deve continuar devido à maior estiagem dos últimos 91 anos

  • Bandeira vermelha já está no nível máximo de cobrança extra, o patamar 2

A conta de luz teve um aumento de 5,37% em maio, com a tarifa vermelha vigorando no patamar 1. Se essa alta já assustou o brasileiro, é importante se preparar, porque a tendência é de que o preço continue a subir, com a bandeira vermelha no patamar 2 (adição de R$ 6,243 para cada 100 kWh consumidos) e com a continuação da maior estiagem dos últimos 91 anos, segundo o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico). Esse último fator afeta os reservatórios das usinas hidrelétricas. As informações são do G1.

Leia também:

Motivos da alta

O preço sobe porque, já que a oferta de energia é prejudicada com a redução no nível dos reservatórios, o que é compensado com o uso de usinas hidrelétricas e encarece a produção de energia. E, como o período de estiagem normalmente vai de maio a setembro, a situação deve demorar para melhorar e os níveis dos reservatórios devem cair mais ainda. 

Em 2021, os gastos com o adicional de termelétrica serão de R$ 9 bilhões, repassados aos consumidores. E é aqui que entra a bandeira vermelha no nível máximo de cobrança extra, o patamar 2. 

As bandeiras tarifárias variam de acordo com o nível dos reservatórios e são divididas entre verde, amarela, vermelha patamar 1 e vermelha patamar 2.

Mais cara ainda

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) prepara mudanças que vão deixar as contas de luz mais caras nas próximas semanas, segundo anúncio de André Pepitone, diretor da agência, na última terça-feira (15). Assim, a alta deve ser de 7% a 7,5% na conta de luz em 2021.

O impacto continuará a ser sentido em 2022, quando o valor pago pelo consumidor deve crescer 5%, de acordo com Pepitone. 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos