Mercado fechado

Consumo total recua 3,8% em setembro na Argentina

Caio Rinaldi

Em relação a agosto, o consumo total em setembro recuou 13,2% O consumo segue pressionado na Argentina, recuando em setembro na comparação com igual mês de 2018 e também na avaliação ante agosto, relatou nesta quarta-feira (27) o Instituto Nacional de Estatísticas e Censos (Indec).

A preços constantes de dezembro de 2016, o consumo total em setembro foi 3,8% menor do que em setembro do ano passado e recuou 13,2% em comparação a agosto.

As vendas de supermercados, por sua vez, sofreram retração interanual de 8,8% em setembro, também a preços constantes de dezembro de 2016. Na comparação com agosto, houve retração de 9,0% nas vendas.

Já na categoria eletrodomésticos e artigos para o lar, o Indec disponibilizou apenas o comportamento das vendas no terceiro trimestre a preços correntes. Neste caso, houve expansão de 15% dos negócios em relação ao segundo trimestre de 2019 e alta de 39,8% em comparação ao período equivalente de 2018.