Mercado fechará em 1 h 45 min
  • BOVESPA

    125.683,47
    +1.071,44 (+0,86%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.156,08
    +245,55 (+0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,39
    +0,74 (+1,03%)
     
  • OURO

    1.793,60
    -6,20 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    39.295,23
    +1.824,84 (+4,87%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,42
    -5,51 (-0,59%)
     
  • S&P500

    4.403,15
    +1,69 (+0,04%)
     
  • DOW JONES

    34.956,05
    -102,47 (-0,29%)
     
  • FTSE

    7.016,63
    +20,55 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.993,50
    +45,75 (+0,31%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0959
    -0,0125 (-0,20%)
     

Consumo de energia tem 12ª alta consecutiva

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em meio à crise hídrica, o consumo de energia elétrica segue em alta, com 12 meses seguidos de crescimento. No primeiro semestre, a demanda subiu 7,6% na comparação com 2020 e bateu 65 mil MW médios, segundo levantamento da CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica).

O consumo de energia por grandes consumidores, como as indústrias, apresentou avanço maior (19%) do que o registrado por pequenas e médias empresas e residências (2,5%), em relação aos primeiros seis meses do ano passado.

Na mesma base de comparação, o setor têxtil teve a maior alta no consumo, de 41%, entre as 15 atividades acompanhadas pela CCEE. Os segmentos de automóveis (40%), saneamento (39%) e comércio (28%) vêm em seguida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos