Mercado fechará em 6 h 2 min

Consumo de eletricidade no Brasil recua 11% em maio com impacto de isolamento, diz CCEE

SÃO PAULO (Reuters) - O consumo de energia elétrica no Brasil recuou 11% em maio na comparação com igual período do ano passado, impactado pelas medidas de isolamento em função da pandemia de coronavírus, disse nesta terça-feira a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

O mercado regulado, no qual clientes adquirem energia pelas distribuidoras, registrou queda de 12% no período, enquanto o mercado livre --em que grandes consumidores (como indústrias) negociam com geradores e comercializadoras-- teve retração de 10%, disse a entidade.

No ambiente livre, as principais reduções foram verificadas nas indústrias automotiva e têxtil, ambos com queda de 47% no consumo, seguidas pelo setor de serviços (-38%).

A CCEE disse ainda que temperaturas mais amenas no Sul e no Sudeste/Centro-Oeste também contribuíram para o resultado, enquanto feriados adiantados em parte do país na reta final do mês tiveram um impacto pontual.

"Os dados mostram ainda que, com a manutenção das medidas para controle do novo coronavírus, houve uma estabilização da queda do consumo nas últimas semanas, em torno de 10% a 13%", acrescentou a câmara.


(Por Gabriel Araujo)