Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.039,06
    -31,25 (-0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Consumo de maconha cresce nos EUA; compradores buscam ervas baratas

·1 minuto de leitura
Hand holding a natural coloured rolled spliff, with a filter. Spliff is lit, creating smoke. Cannabius plants create shadow onto the white surface. Conceptual with space for copy.
Uso recreativo da erva aumentou nos EUA durante o isolamento social (Getty Image)
  • População norte-americana aumentou o consumo da erva durante a pandemia

  • Compradores procuram por produtos cannábicos cada vez mais baratos

  • No estado de Washington a venda da planta já supera a de biscoitos, chocolate e bebidas alcoólicas caseiras

Enquanto a população brasileira aumentava a ingestão de álcool durante a pandemia, os norte-americanos decidiram investir também no consumo de um outro produto recreativo: a maconha.

Leia também:

Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos com 500 consumidores da erva mostrou que 41% das pessoas aumentaram a quantidade de ingestão e de fumo. Desta parcela, 55% disseram que planejam continuar utilizando a planta com a mesma frequência após o fim do isolamento social.

Erva barata

A Cannabis Consumer Survey de Stifel também apurou que os compradores procuram por produtos cannábicos cada vez mais baratos, compensando o aumento do gasto financeiro pela ampliação da frequência de uso.

Vendas online influenciaram diretamente na mudança de comportamento, incentivando os consumidores a procurar por produtos cada vez mais em conta. A busca por maconha cada vez mais barata contrasta com a onda de gourmetização que o país vivia nos últimos anos.

O relatório apontou que o mercado deve continuar a expandir após o covid. Em Washington, a venda de maconha já supera a de biscoitos, chocolate e bebidas alcoólicas caseiras.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos