Mercado abrirá em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    107.005,22
    +758,07 (+0,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.289,91
    +895,88 (+1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    112,02
    -0,19 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.845,20
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    30.280,39
    +1.253,86 (+4,32%)
     
  • CMC Crypto 200

    675,94
    +23,71 (+3,63%)
     
  • S&P500

    3.900,79
    -22,89 (-0,58%)
     
  • DOW JONES

    31.253,13
    -236,94 (-0,75%)
     
  • FTSE

    7.433,10
    +130,36 (+1,79%)
     
  • HANG SENG

    20.717,24
    +596,56 (+2,96%)
     
  • NIKKEI

    26.739,03
    +336,19 (+1,27%)
     
  • NASDAQ

    12.055,75
    +177,50 (+1,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1841
    -0,0347 (-0,66%)
     

Conta de luz: consumidores ganham R$ 2,4 bi em desconto por economia

·2 min de leitura
A informação da conta de luz foi compartilhada na noite desta quinta-feira (20) pelo Ministério de Minas e Energia
A informação da conta de luz foi compartilhada na noite desta quinta-feira (20) pelo Ministério de Minas e Energia

(Getty Images)

  • Brasileiros tiveram descontos de R$ 2,4 bilhões no consumo de energia elétrica

  • Programa que concedeu bônus foi lançado para conter a crise hídrica

  • No total, o volume necessário para abastecer a Paraíba por um ano foi economizado

Os brasileiros que conseguiram reduzir o consumo de energia elétrica no ano passado obtiveram mais de R$ 2,4 bilhões em descontos. A informação foi compartilhada na noite desta quinta-feira (20) pelo Ministério de Minas e Energia.

Leia também:

Com o intuito de conter a crise hídrica, o governo federal lançou, em agosto do ano passado, um programa de economia de luz que concedia descontos a quem reduzisse o consumo entre setembro e dezembro. Esse crédito foi disponibilizado na fatura de janeiro deste ano.

De acordo com o Ministério, o total economizado, de 5,6 milhões de megawatts-hora (MWh), equivale ao consumo anual da Paraíba ou do Rio Grande do Norte. Com o volume, seria possível abastecer 32,8 milhões de famílias por mês.

Quem tem direito ao bônus

Aqueles que tiverem diminuído o consumo entre setembro e dezembro de 2021 em, pelo menos, 10% com relação ao mesmo período de 2020. A porcentagem máxima de redução que vale dentro do programa é de 20%. Para cada quilowatt-hora (kWh) do volume de energia economizado, o consumidor conta com o abatimento de R$ 0,50.

O programa beneficia somente os consumidores de baixa tensão (grupo B) e os de média e alta tensão (grupo A) das classes de consumo residencial, industrial, comércio, serviços e outras atividades, rural e serviço público, incluindo quem dispõe do benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos