Mercado abrirá em 7 h 12 min
  • BOVESPA

    110.672,76
    -3.755,42 (-3,28%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.402,73
    -283,30 (-0,54%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,46
    -0,50 (-0,60%)
     
  • OURO

    1.773,60
    +3,10 (+0,18%)
     
  • BTC-USD

    63.975,58
    +1.466,00 (+2,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.481,73
    +18,37 (+1,26%)
     
  • S&P500

    4.519,63
    +33,17 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    35.457,31
    +198,70 (+0,56%)
     
  • FTSE

    7.217,53
    +13,70 (+0,19%)
     
  • HANG SENG

    26.125,96
    +338,75 (+1,31%)
     
  • NIKKEI

    29.302,39
    +86,87 (+0,30%)
     
  • NASDAQ

    15.383,00
    -15,50 (-0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5181
    +0,0219 (+0,34%)
     

Consumidor global quer crédito do tipo ‘compre já, pague depois’

·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A maioria dos consumidores planeja usar empréstimos do tipo “compre agora, pague depois” nos próximos dois anos, de acordo com um relatório que destaca o aumento de novos produtos financeiros fora dos maiores bancos do mundo.

Most Read from Bloomberg

Uma pesquisa com mais de 6.300 pessoas em todo o mundo mostrou que 20% já fizeram empréstimos do tipo “compre agora e pague depois”, enquanto cerca de 60% acham que testarão o serviço em dois anos. Isso se compara a cerca de 45% que disseram que usarão criptomoedas em breve, segundo relatório publicado nesta quinta-feira pela consultoria de tecnologia Capgemini.

Fintechs como Klarna e Afterpay tornaram-se empresas multibilionárias oferecendo aos clientes a opção de pagar em prestações quando fazem compras online. Especialistas do tipo de crédito “compre agora e pague depois” já chegaram a US$ 10 bilhões em receita anual, recursos que deixaram de ir para os grandes bancos, segundo pesquisa de julho da McKinsey.

Esse boom atraiu a atenção de reguladores, que estão preocupados com lavagem de dinheiro e risco de empréstimos inacessíveis. Enquanto isso, gigantes financeiros tradicionais, incluindo Goldman Sachs e Mastercard, estão tentando entrar nesse mercado.

Cerca de dois terços dos executivos de bancos consultados pela Capgemini disseram que concorrentes como PayPal Holdings, Stripe e Square eram competidores maiores do que bancos estabelecidos há muito tempo.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos