Mercado abrirá em 7 h 45 min
  • BOVESPA

    106.924,18
    +1.236,18 (+1,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.579,90
    +270,60 (+0,55%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,26
    -2,23 (-2,02%)
     
  • OURO

    1.805,40
    -2,80 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    30.377,15
    +833,11 (+2,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    682,19
    +1,08 (+0,16%)
     
  • S&P500

    4.023,89
    +93,81 (+2,39%)
     
  • DOW JONES

    32.196,66
    +466,36 (+1,47%)
     
  • FTSE

    7.418,15
    +184,81 (+2,55%)
     
  • HANG SENG

    19.826,57
    -72,20 (-0,36%)
     
  • NIKKEI

    26.555,87
    +128,22 (+0,49%)
     
  • NASDAQ

    12.310,00
    -72,75 (-0,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2552
    -0,0039 (-0,07%)
     

Consumidor dos EUA vê inflação menor no curto prazo e eleva intenção de gasto--Fed de NY

Uma pessoa faz compras numa unidade do mercado Trader Joe's, em Manhattan, na cidade de Nova York, EUA, 10 de março de 2022. REUTERS/Carlo Allegri

(Reuters) - As expectativas de inflação dos consumidores dos Estados Unidos para daqui a um ano caíram em abril, mas a previsão de inflação para o médio prazo aumentou e as expectativas de gastos das famílias atingiram um recorde, segundo pesquisa do Federal Reserve de Nova York publicada nesta segunda-feira.

A mediana das expectativas para a inflação em um ano caiu 0,3 ponto percentual, para 6,3%, enquanto a mediana para o horizonte de três anos aumentou 0,2 ponto, a 3,9%.

Os norte-americanos estão nas garras da inflação mais alta em 40 anos, com poucos sinais de que ela diminuirá em breve.

Na semana passada, o Federal Reserve elevou os juros em 0,50 ponto percentual, o maior ajuste em 22 anos, e o chair do banco central, Jerome Powell, sinalizou que as autoridades estão prontas para aprovar aumentos da mesma magnitude nas reuniões de política monetária de junho e julho, conforme o Fed intensifica sua luta para reduzir a taxa de aumento dos preços.

O aperto da política monetária tende a aliviar a inflação ao diminuir a demanda, mas a pesquisa do Fed de Nova York sugere que as famílias ainda não têm planos de cortar gastos. A mediana das expectativas para o crescimento dos gastos subiu para 8,0%, aumento de 0,3 ponto percentual sobre a pesquisa anterior e um recorde para a série.

(Por Lindsay Dunsmuir)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos