Consultoria calcula alta de 4,2% da gasolina no posto

O economista e sócio da Tendências Consultoria, Juan Jensen, afirmou à Agência Estado que o aumento da gasolina, de 6,6% na refinaria anunciado nesta terça-feira pela Petrobras, será equivalente a uma elevação de 4,2% na bomba dos postos. Como o peso da gasolina dentro do IPCA é de 3,89%, isso deve provocar um impacto total na inflação de 0,16 ponto porcentual.

Leia também:
Aluguel: inflação medida pelo IGP-M acumula alta de 7,91% em 12 meses


"Dado que o aumento vale a partir da zero hora do dia 30, o impacto será assim distribuído: 0,01 ponto porcentual em janeiro e 0,15 ponto porcentual em fevereiro", afirmou Jensen.

De acordo com esses novos números, é provável que as projeções da Tendências para o IPCA de janeiro e fevereiro sejam alteradas. A consultoria estimava uma alta do índice de 0,86% neste mês, que poderá subir para 0,87%. Para fevereiro, Jensen avalia que a projeção de 0,02% de alta para o IPCA para algo próximo a 0,17%. "O aumento dos combustíveis anunciado pela Petrobras é correto, pois visa corrigir defasagens antigas dos preços internos", afirmou o economista.

Carregando...