Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.557,67
    +698,80 (+0,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.939,27
    +333,71 (+0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,77
    +2,28 (+3,28%)
     
  • OURO

    1.784,90
    +5,40 (+0,30%)
     
  • BTC-USD

    50.716,34
    +1.525,10 (+3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.308,57
    -12,71 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.686,75
    +95,08 (+2,07%)
     
  • DOW JONES

    35.719,43
    +492,40 (+1,40%)
     
  • FTSE

    7.339,90
    +107,62 (+1,49%)
     
  • HANG SENG

    23.983,66
    +634,28 (+2,72%)
     
  • NIKKEI

    28.455,60
    +528,23 (+1,89%)
     
  • NASDAQ

    16.362,00
    +519,25 (+3,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3289
    -0,0947 (-1,47%)
     

Conmebol rejeita proposta de Copa do Mundo a cada dois anos

·1 min de leitura

A Conmebol emitiu um comunicado público rejeitando a proposta da Fifa — que tem Gianni Infantino, presidente da entidade como seu maior fiador — de realizar a Copa do Mundo a cada dois anos. A decisão da Conmebol foi tomada hoje durante uma reunião do conselho da Confederação, em Luque, no Paraguai.

De acordo com a nota “não há motivos, benefícios ou justificativas para a mudança”. E que “diante disso, os dez países que integram a CONMEBOL confirmam que não participarão de uma Copa do Mundo organizada a cada dois anos”.

O comunicado também afirma que “o projeto em questão dá as costas aos quase 100 anos de tradição do futebol mundial, ignorando a história de um dos eventos esportivos mais importantes do planeta”. E finaliza dizendo que a Conmebol “apoia a Copa do Mundo em vigor, com seus termos e sistemas de classificação, porque tem se mostrado um modelo de sucesso, baseado na excelência esportiva e que premia esforço, talento e trabalho planejado”.

Na última semana o presidente da Fifa esteve na América do Sul e visitou cinco países para tentar conseguir apoio a Copa do Mundo a cada dois anos. Ele chegou a incentivar uma candidatura conjunta de Argentina e Chile para sediarem a competição em 2030.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos