Mercado abrirá em 9 h 57 min

Conjunção entre Júpiter e Saturno, a chamada 'Estrela de Natal', poderá ser vista a olho nu nesta segunda-feira

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Saturn and Jupiter are exceptionally close to each other. 3D scene created and modelled in Adobe After Effects and the planet textures are taken from Solar System Scope official website (https://www.solarsystemscope.com/textures/)
Quem observar o céu conseguirá ver um "disco duplo", como descrevem os astrônomos (Foto: https://www.solarsystemscope.com/textures/)

A noite desta segunda-feira (21) será marcada por um fenômeno astronômico raro: a conjunção dos dois maiores planetas do sistema solar Júpiter e Saturno. Os dois gigantes ficarão alinhados e será possível observar o acontecimento a olho nu. A chamada “Estrela de Natal”, ou “grande conjunção”, é a maior aproximação visível entre eles desde a Idade Média.

Segundo astrônomos, Júpiter e Saturno estiveram tão próximos pela última vez em 1623. No entanto, o fenômeno mais similar ocorreu no século 13, há quase 800 anos.

Leia também

Após o pôr do sol, o fenômeno será visivel em quase todos os lugares da Terra. Mas, como todo evento astronômico, sua visibilidade dependerá das condições climáticas.

Quem tiver um telescópio, conseguirá ver até mesmo os anéis de Saturno e os cinturões de Júpiter, uma vez que ambos os astros estarão mais próximos da Terra também. Já quem observar o céu a olho nu conseguirá ver um "disco duplo", como descrevem os astrônomos.