Mercado fechará em 2 h 36 min

Conheça o smartphone que pode durar até 10 anos

O Fairphone 4 foi criado por uma startup de Amsterdã (Getty Image)
O Fairphone 4 foi criado por uma startup de Amsterdã (Getty Image)
  • Smartphone que pode ser remontado é vendido apenas na Europa

  • Marca diz que celular sustentável pode durar até 10 anos

  • Dispositivo custa US$ 580 (quase R$ 3 mil)

Uma das coisas mais frustrantes em relação ao mundo da tecnologia é comprar um produto sabendo que ele só vai durar por um período determinado de tempo. Não importa o quanto o usuário seja cuidadoso, em algum momento as peças vão envelhecer e o sistema operacional ficará obsoleto.

Indo de contramão ao mercado, o Fairphone 4 foi criado por uma startup de Amsterdã. O aparelho, que é vendido apenas na Europa, possui uma tampa plástica que pode ser facilmente removida para que o próprio dono consiga mudar as peças e manter o item funcionando por muito mais tempo.

O dispositivo custa US$ 580 (quase R$ 3 mil) e vem com uma pequena chave de fenda que permite que qualquer pessoa possa explorar a composição do celular. Caso alguma parte do smartphone quebre, é possível comprar apenas a peça que precisa ser substituída. A Fairphone cobra US$ 30 (R$ 154) por uma bateria nova e US$ 80 por uma câmera nova (R$ 411).

A criação utiliza o Android básico, que permite utilizar os aplicativos e softwares do Google baixados na Play Store. A ideia é que, no futuro, a empresa ofereça atualizações do sistema para proteger a segurança dos clientes e manter a possibilidade de usar plataformas mais recentes.

Esse conceito não é totalmente novo. Seis anos atrás as companhias LG, Motorola e Google anunciaram que estavam desenvolvendo celulares modulares. No entanto, nenhuma das criações chegou ao mercado. Recentemente, a Xiaomi também registrou uma patente, mostrando que pode estar interessada em investir na ideia futuramente.