Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.114,16
    -2.601,84 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.808,56
    -587,38 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,56
    -0,15 (-0,20%)
     
  • OURO

    1.635,20
    +1,80 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    19.131,34
    +323,60 (+1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    438,96
    +5,86 (+1,35%)
     
  • S&P500

    3.655,04
    -38,19 (-1,03%)
     
  • DOW JONES

    29.260,81
    -329,60 (-1,11%)
     
  • FTSE

    7.020,95
    +2,35 (+0,03%)
     
  • HANG SENG

    17.855,14
    -78,13 (-0,44%)
     
  • NIKKEI

    26.431,55
    -722,28 (-2,66%)
     
  • NASDAQ

    11.325,50
    +9,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1666
    +0,0690 (+1,35%)
     

Conheça o 'robô simpático' que serve café, entrega lanches e carrega malas

Os pequenos robôs da Rice Robotics servem café, entregam lanches e carregam malas. Foto: Divulgação / Rice Robotics.
Os pequenos robôs da Rice Robotics servem café, entregam lanches e carregam malas. Foto: Divulgação / Rice Robotics.
  • A empresa Rice Robotics desenvolveu o robô 'Rice';

  • O ‘robô amigo da vizinhança’ consegue rodar em hotéis e centros comerciais;

  • O produto da Rice Robotics custa cerca de US$ 9 mil.

Em Hong Kong, um pequeno robô chamado 'Rice' perambula pelo parque tecnológico Cyberport. No café HFT Life, o compacto dispositivo serve a bebida quente aos clientes por meio de um compartimento na “cabeça”.

Em diversos locais da região administrativa, e também no Japão, a pequena máquina já carrega malas de hotel, oferece serviços de quarto aos hóspedes e entrega lanches aos funcionários em restaurantes.

Leia também:

A startup responsável pelo robô é a Rice Robotics, fundada por Viktor Lee em 2019 para solucionar o desafio de fazer ‘entregas de última milha’. Com o apoio da Cyberport Incubation Programme, as duas empresas desenvolveram o ‘Rice’.

A reitora da Escola de Hotelaria e Gestão Turística da Universidade Politécnica de Hong Kong, Kaye Chon, afirma que devido às restrições sociais e de viagem e também às preocupações sanitárias, assim como uma maior aceitação da tecnologia inteligente pelo público mais jovem, o próximo passo no setor será a robótica.

O fundador e CEO da Rice Robotics aponta que o pequeno robô, a que se refere como ‘robô amigo da vizinhança’, é capaz de manobrar em espaços interno de hotéis e de centros comerciais.

A máquina é equipada com sensores de luz, câmeras de profundidade e sensores de ultrassom que permitem com que evitem obstáculos.

Atualmente, uma unidade dos produtos da Rice Robotics custa por volta de US$ 9 mil, cerca de R$ 4,6 mil, na cotação atual.

*Com informações da CNN.