Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.298,67
    -241,12 (-0,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.331,76
    +649,57 (+1,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,21
    +1,46 (+2,44%)
     
  • OURO

    1.715,20
    -18,40 (-1,06%)
     
  • BTC-USD

    50.921,09
    +3.094,35 (+6,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.020,00
    +31,91 (+3,23%)
     
  • S&P500

    3.843,00
    -27,29 (-0,71%)
     
  • DOW JONES

    31.461,79
    +70,27 (+0,22%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.770,75
    -284,50 (-2,18%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8196
    -0,0425 (-0,62%)
     

Conheça o misterioso ‘esconderijo’ onde bilionários guardam fortunas

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Luxemburgo (Foto: Getty Images)
Luxemburgo (Foto: Getty Images)

O Grão Ducado de Luxemburgo é um território de 2.586 quilômetros quadrados, e pouco mais de 600 mil habitantes, espremido entre a Bélgica a oeste e a Alemanha ao leste, com a França logo ao sul de sua fronteira.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Apesar de seu nome não ser o mais popular e ouvido no noticiário internacional, recentemente uma fama sinistra vem se colando a esse território europeu: a de “esconderijo” de fortunas de bilionários de todo o mundo.

Leia também:

Para se ter uma ideia, o país atrai um volume de investimentos de US$ 5,4 trilhões, mais do que o PIB (Produto Interno Bruto) do Japão, uma das economias mais desenvolvidas do mundo, registrado em pouco mais de US$ 5 trilhões em 2019.

As informações são de reportagem da revista Forbes.

Os principais motivos que fazem de Luxemburgo um local tão atraente para os super ricos do planeta: sua estrutura fiscal favorável e sistema de registro de propriedades, que permite manipulações “opacas”.

Essa combinação faz com que seja mais difícil rastrear de forma totalmente transparente os beneficiários desse dinheiro todo.

A Transparência Internacional, uma ONG de origem alemã que combate a corrupção no mundo, aponta problemas graves nesses registros, como informações conflitantes.

Até o FBI, a polícia federal americana, teme que haja grandes esquemas de lavagem de dinheiro ocorrendo na rede financeira de Luxemburgo, que atrai gigantes de Wall Street, como o banco de investimentos JPMorgan e o fundo Blackstone.

Ambos têm subsidiárias em Luxemburgo.

Mas eles não estão sozinhos. Segundo reportagem do jornal Le Monde, existem cerca de 266 bilionários com fortuna alocada no país, lista que inclui ainda celebridades como Brad Pitt, Angelina Jolie e a cantora Shakira.

Gigantes da tecnologia, como Amazon e Apple também entraram.

Enquanto isso, autoridades europeias tentam desemaranhar essa complexa rede de conexões financeiras; “dutos” por onde correm bilhões e bilhões todos os anos.

O que mais eles encontrarão nos esconderijos de Luxemburgo?

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube