Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.800,79
    -3.874,54 (-3,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.868,32
    -766,28 (-1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,81
    +0,19 (+0,26%)
     
  • OURO

    1.812,50
    -18,70 (-1,02%)
     
  • BTC-USD

    41.719,32
    -251,46 (-0,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    955,03
    +5,13 (+0,54%)
     
  • S&P500

    4.395,26
    -23,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.935,47
    -149,06 (-0,42%)
     
  • FTSE

    7.032,30
    -46,12 (-0,65%)
     
  • HANG SENG

    25.961,03
    -354,29 (-1,35%)
     
  • NIKKEI

    27.283,59
    -498,83 (-1,80%)
     
  • NASDAQ

    14.966,50
    -71,25 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1880
    +0,1475 (+2,44%)
     

Conheça os aviões particulares dos bilionários da tecnologia

·5 minuto de leitura

Muito embora alguns bilionários optem por ter um estilo de vida mais pacato e singelo, outros fazem questão de colocar sua grana para trazer todo tipo de conforto e segurança. E isso não é diferente quando pensamos nos grandes nomes da tecnologia, sabidamente um segmento de empresas que enchem os bolsos de seus fundadores e CEOs, ainda mais quando falamos de gigantes como Google, Amazon e Tesla.

E qual seria o produto que simbolizaria melhor o nível da conta bancária dessas pessoas? Carros esportivos? Mansões? Nada disso. O grau máximo de riqueza e ostentação — e praticidade, por que não? — é ter um avião particular, um jatinho, como normalmente chamamos aqui no Brasil. E os modelos variam bastante, bem como as decorações internas e tecnologias embarcadas.

Os CEOs e donos das empresas realizam reuniões em vários países e, por vezes, precisam estar em duas localidades bem distantes no mesmo dia. Sendo assim, nada mais prático do que ter seu próprio avião. Mas, quais será que são essas aeronaves?

Com isso em mente, o Canaltech separou uma lista com os principais aviões dos bilionários da tecnologia.

Elon Musk - Gulfstream G650ER

O peculiar CEO da Tesla e da SpaceX é um entusiasta de aeronaves. Musk já foi proprietário de um ótimo Dassault Falcon 900 de 1994, que tinha capacidade para até 12 pessoas e que, em sua variante atual, custa por volta de US$ 17 milhões.

Imagem: Gulfstream
Imagem: Gulfstream

Hoje, Musk ostenta o jato favorito dos bilionários, o Gulfstream G650ER, um modelo intercontinental avaliado entre US$ 60 milhões e US$ 70 milhões.

Jony Ive - Gulfstream G550

A Gulfstream é a marca favorita dos bilionários e podemos provar. No caso de Jony Ive, icônico designer da Apple, o modelo é um Gulfstream G550 ou Gulfstream V, que era de propriedade de Steve Jobs. O curioso é que o falecido CEO da Maçã havia ganhado a aeronave da própria Apple ao invés de receber um aumento salarial, em 2002.

Imagem: Gulfstream
Imagem: Gulfstream

Além de ter comprado o avião da viúva de Jobs, Laurene Jobs, Ive foi quem decorou e organizou todo o interior do jato, que tem capacidade para até 18 passageiros e pode custar US$ 40 milhões.

Mark Cuban - Gulfstream G550 e Boeing Business Jet

Presidente da HDNet e dono do Dallas Mavericks, Mark Cuban ostenta para valer. Além de ter um Gulfstream V para uso pessoal, o investidor também possui dois Boeing Business Jets, jatos de tamanho comercial, mas totalmente customizados para uso particular.

Interior de um Boeing Business Jet (Imagem: Divulgação/Jet Edge)
Interior de um Boeing Business Jet (Imagem: Divulgação/Jet Edge)

Um deles, montado sob a carcaça de um 757, é utilizado até hoje pelo Mavericks para voos internos nos Estados Unidos, já o outro, um 767, é utilizado para fretamentos em táxis aéreos no país.

Jeff Bezos - Gulfstream G650ER

O ex-CEO da Amazon constantemente aparece na lista dos homens mais ricos do mundo, sendo, muitas vezes, o primeiro colocado. E nada melhor do que ter um G650ER para fazer valer essa dinheirama toda, não é mesmo?

Imagem: Gulfstream
Imagem: Gulfstream

Ao contrário do modelo adquirido por Elon Musk, o Gulfstream de Bezos é formatado para receber apenas oito passageiros, já que o executivo preferiu ter um pouco mais de conforto em seu interior.

Bill Gates - Bombardier BD-700 Global Express

O cofundador da Microsoft e ultrabilionário Bill Gates é conhecido por suas ações de filantropia, mas não abandona o luxo de maneira alguma. O avião escolhido pelo gênio da computação é um dos principais concorrentes do Gulfstream G550, o Bombardier BD-700 Global Express, ou Global 6000.

Bombardier Global 6000 (Imagem: Bombardier)
Bombardier Global 6000 (Imagem: Bombardier)

Com capacidade para até 18 passageiros, esta aeronave intercontinental pode custar US$ 40 milhões, dependendo da configuração interna.

Sergey Brin e Larry Page - BBJ, G550, Dassault

Os fundadores do Google merecem estar nesta lista não apenas por possuírem várias aeronaves, mas também por terem sua própria pista. Boa parte dessas extravagâncias teve até de ser organizada, com tudo comprado por uma subsidiária, a Blue City Holdings.

A primeira aeronave da dupla foi um Boeing Business Jet feito com base em um 767, que fora comprado da Qantas Airlines por US$ 15 milhões e, depois, transformada em um modelo executivo por mais US$ 10 milhões. Assim como Mark Cuban, o hangar dos dois possui um outro BBJ, este um 757 de uso pessoal.

Dassault-Dornier Alpha-Jet (Imagem: Alan Wilson/ Reprodução/ Wikimedia)
Dassault-Dornier Alpha-Jet (Imagem: Alan Wilson/ Reprodução/ Wikimedia)

Mas não para por aí.

Era óbvio que eles teriam um Gulfstream — neste caso, dois: um G550 para cada um. Eles também possuem um Dassault-Dornier Alpha-Jet, modelo militar fabricado na França.

Os cofundadores do Google não apenas possuem aviões particulares, mas, como citamos, também têm seu próprio terminal, que compraram em 2013. O local fica dentro do Aeroporto Internacional de San Jose e custou US$ 82 milhões para ser construído. É operado pela Signature Flight Support e pode ser usado por outras empresas e executivos na área do Vale do Silício.

Mark Zuckerberg e Tim Cook

Dois dos maiores nomes da indústria da tecnologia não possuem seus aviões, mas não quer dizer que não gastem rios de dinheiro com isso. Mark Zuckerberg, cofundador do Facebook, gera, em média, despesas na ordem dos US$ 2,5 milhões por ano com voos fretados. Tim Cook, CEO da Apple, não fica muito atrás, gastando algo na casa dos US$ 2 milhões. Vale lembrar que a Maçã obriga seu executivo máximo a voar com este tipo de serviço.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos