Mercado fechará em 2 h 31 min
  • BOVESPA

    104.058,43
    -3.676,58 (-3,41%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.862,34
    -157,71 (-0,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,32
    +0,82 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.790,40
    +8,50 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    61.271,40
    -2.154,81 (-3,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.454,93
    -48,11 (-3,20%)
     
  • S&P500

    4.536,04
    -13,74 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    35.612,59
    +9,51 (+0,03%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.317,75
    -161,00 (-1,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6497
    +0,0687 (+1,04%)
     

General Motors apresenta novo sistema operacional para carros baseado em Linux

·2 minuto de leitura

A General Motors deu um importante passo para tornar seus carros mais conectados e inteligentes. A montadora anunciou a criação do Ultifi, um sistema operacional veicular feito com base no Linux e que dará aos automóveis mais capacidades digitais para conexão com a internet, relacionamento direto o usuário e interligação com ecossistemas de mobilidade.

Com o Ultifi, os donos de carros da GM terão inúmeras facilidades, como a possibilidade de baixar aplicativos para o uso dentro do automóvel, liberação de recursos e opcionais para o veículo, como maior capacidade de alcance da bateria, desbloqueio de funções de direção autônoma e até mesmo algumas melhorias mecânicas que podem ser feitas por meio de atualização over the air.

A funcionalidade do Ultifi se baseia na Plataforma de Inteligência Veicular (VIP), a arquitetura elétrica avançada da GM. Os veículos habilitados para a VIP hoje fornecem capacidade de atualização remota, maior armazenamento de dados, segurança cibernética robusta e poder de processamento extremamente rápido. Além disso, os engenheiros da montadora compartilharão o software-mãe em uma nova camada centralizada que atua como um poderoso eixo para os sistemas de veículos.

Carros da Chevrolet serão mais conectados e "pessoais" (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Carros da Chevrolet serão mais conectados e "pessoais" (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

"A GM tem décadas de experiência em desenvolvimento de softwares veiculares, o que nos garantiu uma base sólida para este momento de evolução. Agora, com o Ultifi, poderemos melhorar nossos softwares de maneira contínua e oferecer novos recursos e aplicativos aos clientes em tempo recorde", disse Mark Reuss, presidente global da General Motors, em comunicado oficial.

Semelhante ao funcionamento de um smartphone, os clientes poderão realizar atualizações periódicas e escolher entre diversas atualizações remotas, opções de personalização e aplicativos em uma loja exclusiva. Segundo a GM, esta personalização transformará a experiência de ter um carro, pois os veículos habilitados terão acesso aos softwares e recursos mais recentes. Um exemplo prático é de que algumas dessas atualizações e configurações podem ser salvas em contas autenticadas e utilizadas em diversos veículos da montadora que o usuário possa ter.

Tudo aberto

Embora o Ultifi seja uma plataforma interna, ele está sendo projetado para desenvolvedores externos. A GM avisa que a base do sistema é o Linux, o que permite à empresa dar aos desenvolvedores autorização de acesso para inovar em nome de seus clientes. Por exemplo: se alguma empresa quiser desenvolver aplicativos para os carros da montadora, terá toda a base de software disponível.

A expectativa da General Motors é que os primeiros carros com o Ultifi começem a aparecer em 2023.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos