Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.632,92
    -168,08 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.134,93
    -60,47 (-0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,12
    +0,03 (+0,04%)
     
  • OURO

    1.800,10
    -5,00 (-0,28%)
     
  • BTC-USD

    40.327,05
    +1.049,29 (+2,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    994,83
    +18,94 (+1,94%)
     
  • S&P500

    4.429,10
    +26,44 (+0,60%)
     
  • DOW JONES

    35.064,25
    +271,55 (+0,78%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.135,37
    -69,32 (-0,26%)
     
  • NIKKEI

    27.752,52
    +24,42 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    15.159,75
    -8,00 (-0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2047
    -0,0035 (-0,06%)
     

Conheça o Alice, o jato executivo 100% elétrico que deve estrear em 2024

·2 minuto de leitura

A aviação também caminha a passos largos rumo à eletrificação total. Diversas empresas e startups estão desenvolvendo motores que sejam neutros em carbono e possam trazer mais eficiência energética para o setor, que é reconhecidamente um dos que mais polui a atmosfera. Um dos modelos de avião elétrico em desenvolvimento é o Alice, projetado pela Eviation Aircraft, que deve realizar seu voo inaugural ainda em 2021.

O Alice é um jato executivo projetado para viagens curtas, de até 800 quilômetros, um ótimo alcance para empresas focadas em transportes regionais. Além disso, seu teto operacional é de até 9 mil metros, o que o coloca em uma posição confortável em meio aos jatos executivos convencionais. De acordo com a Eviation, sua capacidade máxima é de 11 passageiros, sendo dois deles tripulantes. O peso máximo de decolagem é de pouco mais de 7 mil quilos e a velocidade de cruzeiro é de 400 km/h.

Para realizar essas tarefas, o Alice é equipado com dois motores elétricos que trabalham com hélices. Para conseguir a certificação do FAA (Federal Aviation Administration, a "ANAC dos EUA"), a fabricante precisou realizar alterações no projeto, levando os motores para a cauda da aeronave, que também teve que ser alterada para receber os propulsores fabricados pela Magni650, de Cingapura.

(Imagem: Divulgação/Eviation Aircraft)
(Imagem: Divulgação/Eviation Aircraft)

Os principais parceiros do programa anunciados até agora são a Honeywell Aerospace, que fornece o sistema de controle de vôo fly-by-wire, e o grupo de infraestrutura aeronáutica GKN Aerospace. Em 3 de junho, a GKN disse que entregou as primeiras asas totalmente integradas, empenagem e sistemas de interconexão de fiação elétrica para a aeronave.

(Imagem: Divulgação/Eviation Aircraft)
(Imagem: Divulgação/Eviation Aircraft)

De acordo com a Eviation, o Alice deve ter seu voo inaugurau até o final de 2021, com entregas para os primeiros clientes acontecendo até 2024.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos