Mercado abrirá em 4 horas 1 minuto
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,65
    +0,74 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.859,20
    -20,40 (-1,09%)
     
  • BTC-USD

    39.634,36
    +4.055,48 (+11,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    985,18
    +43,36 (+4,60%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.159,97
    +25,91 (+0,36%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    29.161,80
    +213,07 (+0,74%)
     
  • NASDAQ

    14.025,75
    +31,50 (+0,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1908
    -0,0018 (-0,03%)
     

Conheça as ações do Google para o Mês do Orgulho LGBTQIA+

·4 minuto de leitura
Conheça as ações do Google para o Mês do Orgulho LGBTQIA+
Conheça as ações do Google para o Mês do Orgulho LGBTQIA+

Todos os anos, durante o mês de junho, é celebrado o orgulho LGBTQIA+ de várias formas diferentes. Junho foi escolhido por ser o mês em que ocorreu a rebelião de Stonewall, no dia 28, em 1969. O marco do movimento de liberação e ativismo gay deve mesmo ser mais destacado do que nunca: numa época em que os direitos conquistados a tanto suor e sangue estão cada vez mais ameaçados, principalmente no Brasil, é preciso lembrar ao mundo que inclusão é o único meio de se conquistar um futuro melhor para todos. Sabendo disso, o Google planejou uma série de ações para colaborar com a campanha.

Google lança série de ações em apoio ao mês do orgulho LGBTQIA+. Imagem: Sundry Photography – Shutterstock
Google lança série de ações em apoio ao mês do orgulho LGBTQIA+. Imagem: Sundry Photography – Shutterstock

Apoio à comunidade LGBTQIA+ para recuperação econômica

Com o objetivo de apoiar a comunidade LGBTQIA+ na recuperação econômica, o Google criou o Fundo Emergencial Global LGBTQIA+ contra a Covid-19, que oferecerá US$2 milhões para a comunidade por meio da organização não governamental (ONG) OutRight Action International. A ONG é voltada ao combate a violações e abusos dos direitos humanos contra lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e intersexuais.

A ONG Casa das Pretas é uma das instituições beneficiadas pelo aporte financeiro do Google, ação de apoio da empresa à comunidade LGBTQIA+. Imagem: Arquivo Facebook
A ONG Casa das Pretas é uma das instituições beneficiadas pelo aporte financeiro do Google, ação de apoio da empresa à comunidade LGBTQIA+. Imagem: Arquivo Facebook

Esse valor será destinado ao aporte de 100 organizações de mais de 60 países ao longo do próximo ano. A instituição brasileira Casa das Pretas, uma das organizações beneficiadas, desenvolve ações interseccionais entre gênero, raça e classes sociais menos favorecidas, em seus espaços de acolhimento.

Somado a isso, o Google vai oferecer US$ 1 milhão em Ad Grants para impulsionar o trabalho global da OutRight.

Produtos Google ganham ferramentas de inclusão

“No Google Fotos, a comunidade trans nos contou que trazer à tona algumas memórias pode ser doloroso”, afirmou a empresa em comunicado oficial sobre as ações do mês do orgulho LGBTQIA+. “Assim, trabalhamos com os parceiros da organização GLAAD – Gay & Lesbian Alliance Against Defamation [Aliança entre Gays & Lésbicas Contra Difamação], ouvimos opiniões e sugestões – e, como resultado, lançamos controles mais detalhados para que as lembranças mostradas nas fotos sejam mais inclusivas”.

Isso significa que o usuário passa a ter mais autonomia para personalizar as recordações de fotos, editando o nome das memórias e apagando registros indesejados.

Leia mais:

Por meio do Google Maps e também na ferramenta de busca, é possível verificar, por exemplo, se um estabelecimento comercial tem banheiros de gênero neutro. A informação fica localizada na seção Comodidades, onde os perfis comerciais podem anunciar se seus estabelecimentos oferecem a opção do banheiro neutro de gênero.

Google cria mapa colaborativo para indicar ‘lugares de orgulho’ da comunidade gay. <br>Imagem: Divulgação/Google
Google cria mapa colaborativo para indicar ‘lugares de orgulho’ da comunidade gay.
Imagem: Divulgação/Google

Essa novidade se soma a um recurso já existente, que mostra se lojas e restaurantes se identificam como inclusivos com a população LGBTQIA+ e se são seguros para trans, tipo de informações fundamental para que a comunidade se sinta protegida, em ambientes acolhedores.

Parada do Orgulho LGBTQIA+ 2021

Este ano, muitas atividades do Orgulho LGBTQIA+ ainda serão virtuais. E, conforme anunciado pelo Google, existem muitas formas de estar perto da comunidade e celebrar o orgulho pelas plataformas da empresa.

No Brasil, a segunda edição 100% virtual da maior Parada do Orgulho LGBT do mundo será transmitida simultaneamente em 13 canais no YouTube, do próximo domingo (6), a partir das 14 horas.

Neste ano, a Parada Virtual do Orgulho LGBT de São Paulo terá um cenário que remete ao palco clássico do evento físico. Em um estúdio que simula um trio elétrico andando pela Avenida Paulista, os criadores de conteúdo Fih e Edu, do canal Diva Depressão, receberão atrações musicais para entrevistas e shows exclusivos para o público. Tudo no conforto (e segurança) do lar.

A dupla contará com uma equipe de 11 influenciadores digitais: Alberto Pereira Jr., Bielo, Jean Luca, Linn da Quebrada, Lorelay Fox, Louie Ponto, Lucas Raniel, Mandy Candy, Nátaly Neri, Spartakus e Tchaka.

Com oito horas de duração ininterruptas, a transmissão será exibida simultaneamente nos canais dos YouTubers, da Dia Estúdio, da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT/SP) e do YouTube Brasil. A audiência também poderá participar ao vivo do evento, enviando fotos e relatos acompanhados da hashtag #ParadaSPaoVivo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!