Mercado abrirá em 7 h 21 min
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    62.029,79
    +957,96 (+1,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Congresso dos EUA vota financiamento e dívida do governo em semana desafiadora

·1 minuto de leitura
Bandeira dos Estados Unidos do lado de fora do prédio do Congresso norte-americano

Por Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) - O Congresso dos Estados Unidos enfrenta uma batalha nesta segunda-feira, quando abre uma semana de negociação do financiamento e da dívida do governo que ainda pode incluir ações sobre a pauta social abrangente do presidente Joe Biden se os democratas resolverem desavenças internas sobre o pacote.

Na noite desta segunda-feira, o Senado realizará uma votação regimental sobre uma legislação já aprovada pela Câmara dos Deputados para financiar o governo federal até 3 de dezembro e suspender o limite de empréstimo da nação até o final de 2022.

Se os republicanos bloquearem a medida, como esperado, os democratas terão que encontrar outra maneira de manter o governo funcionando depois de quinta-feira, quando os recursos atuais terminam. Os parlamentares também terão que decidir como elevar o teto da dívida para afastar o risco de calote.

Os democratas estão ansiosos para evitar tal drama agora que tentam projetar competência depois dos quatro anos da Presidência caótica do republicano Donald Trump. Na sexta-feira, o Centro de Políticas Bipartidárias disse que o Departamento do Tesouro dos EUA provavelmente esgotará totalmente sua autorização para obter empréstimos em algum momento entre 15 de outubro e 4 de novembro.

Para aumentar a complexidade, os democratas da Câmara enfrentam uma votação do projeto de lei de infraestrutura de 1 trilhão de dólares aprovado pelo Senado com apoio republicano considerável para custear estradas, pontes, aeroportos, escolas e outros projetos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos