Mercado fechado

Congresso aprova Orçamento 2022 com salário mínimo em R$ 1.210

·2 min de leitura
Congresso Nacional
Matéria foi aprovada no Congresso com 358 votos contra 97

(Getty Images)

  • Congresso Nacional aprovou o Orçamento brasileiro para 2022

  • Texto agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

  • Dentre as mudanças, está o valor do salário mínimo, agora em R$ 1.210

O Congresso Nacional aprovou, nesta terça-feira (21), o Orçamento brasileiro para 2022. O texto já passou pelos deputados e senadores e agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia também:

O salário mínimo, a partir de 1º de janeiro, será de R$ 1.210. O Orçamento ainda prevê R$ 89 bilhões para o Auxílio Brasil, R$ 4,9 bilhões para o fundo eleitoral e R$ 147,7 bilhões em ações e serviços públicos de saúde. Para a educação, serão destinados R$ 113,4 bilhões na manutenção e desenvolvimento do ensino, além de R$ 30,1 bilhões ao Fundo Nacional da Educação Básica (Fundeb).

A matéria foi aprovada com 358 votos contra 97, no Congresso, e 51 votos contra 20, no Senado.

Fundo eleitoral e demandas dos parlamentares

Com relação ao “fundão eleitoral”, ou seja, o financiamento público para as eleições de 2022, serão disponibilizados R$ 4,9 bilhões. Parlamentares tentaram reduzir a quantia, mas não obtiveram sucesso.

Já as demandas de senadores e deputados federais contarão com R$ 16,5 bilhões. Dentre elas, estão gastos com saúde, Sistema Único de Assistência Social, educação básica e esgotamento sanitário.

O texto ainda leva em consideração a estimativa de redução do crescimento da economia (de 2,5% do PIB para 2,1%) em relação ao projeto original do governo. Já a inflação do ano que vem medida pelo IPCA, de acordo com as projeções oficiais, deve ficar em 4,7%, acima da estimativa de 3,5% do projeto original.

Com informações da Agência Senado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos