Confirmada presença de carne de cavalo em lasanhas na Noruega

O grupo norueguês de distribuição NorgesGruppen anunciou nesta sexta-feira que foi confirmada a presença de carne de cavalo em lasanhas vendidas em seus estabelecimentos antes que fossem retiradas de circulação.

Leia também:
Carne de cavalo é encontrada em comida de hospitais na Irlanda do Norte

 "O NorgesGruppen recebeu uma confirmação definitiva hoje, sexta-feira, 15 de fevereiro, de que lasanhas (vendidas sob a marca) First Price continham carne de cavalo", afirmou o grupo em um comunicado.

Trata-se do primeiro caso confirmado de fraude da carne na Noruega.

Esta descoberta confirma a amplitude do escândalo na Europa.

Na quinta-feira, a agência francesa anti-fraudes havia indicado que o assunto se refere a 750 toneladas de carne que correspondem a 4,5 milhões de pratos processados vendidos em 13 países europeus.

Produtos fraudulentos também foram encontrados no Reino Unido, onde os primeiros casos foram descobertos, além de Alemanha, Suíça e França, sede da empresa Spanghero, protagonista do escândalo.

"O NorgesGruppen retirou imediatamente as lasanhas First Price das prateleiras de seus mercados no fim da semana passada após o aparecimento de suspeitas em torno da utilização de carne de cavalo na produção alimentícia europeia", acrescentou o grupo.

Número um da grande distribuição na Noruega, o NorgesGruppen possui muitas marcas, como Kiwi, Meny, Joker e Spar, assim como lojas de maior qualidade, como Central, Ultra e Jacob's.

Carregando...