Mercado fechado

Confiança econômica da zona do euro sobe em dezembro pela 1ª vez desde invasão da Ucrânia

Mercado em Nice, França

BRUXELAS (Reuters) - A confiança econômica da zona do euro melhorou em dezembro pela primeira vez desde o início da guerra na Ucrânia, mostraram dados da Comissão Europeia nesta sexta-feira, com mais otimismo em todos os setores da economia e uma queda acentuada nas expectativas de inflação.

O índice mensal de confiança econômica da Comissão subiu para 95,8 em dezembro, de 94,0 em novembro, o primeiro movimento ascendente após recuo da máxima de 114,0 alcançada em fevereiro, o mês em que a Rússia invadiu a Ucrânia.

A confiança na indústria melhorou para -1,5, de -1,9, e no setor de serviços, que exerce o maior peso para o crescimento da zona do euro, mais que dobrou para 6,3, de 3,1.

Consumidores, varejistas e a indústria de construção também estavam mais otimistas, sinalizando que a desaceleração econômica esperada nos últimos três meses de 2022 e nos primeiros três meses de 2023 deve ser superficial.

Também as expectativas de inflação para os próximos 12 meses entre os consumidores caíram de forma acentuada em dezembro para 23,7 pontos, de 29,9 pontos em novembro, e as expectativas de preços de venda dos fabricantes caíram para 38,4 pontos, de 40,4 em novembro.

(Reportagem de Jan Strupczewski)