Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.365,53
    -1.482,45 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Confiança dos empresários alemães atinge menor patamar em seis meses

Paul Carrel e Rene Wagner
·2 minuto de leitura
Cidade de Colônia, na Alemanha

Por Paul Carrel e Rene Wagner

BERLIM (Reuters) - A confiança dos empresários alemães caiu para o menor patamar em seis meses em janeiro, quando uma segunda onda de Covid-19 interrompeu a recuperação da maior economia da Europa, que estagnará no primeiro trimestre, disse o instituto econômico Ifo nesta segunda-feira.

O instituto informou que seu índice de clima de negócios caiu para 90,1, de uma leitura revisada para cima de 92,2 em dezembro. Uma pesquisa da Reuters previa uma leitura de 91,8 para janeiro.

"A segunda onda do coronavírus encerrou temporariamente a recuperação da economia alemã", disse o presidente da Ifo, Clemens Fuest, em um comunicado.

A chanceler Angela Merkel e líderes estaduais concordaram na semana passada em prorrogar o bloqueio até meados de fevereiro, conforme a Alemanha, antes vista como um modelo para combater a pandemia, luta contra uma segunda onda de infecções.

O economista do Ifo Klaus Wohlrabe disse à Reuters que a economia do país irá estagnar no primeiro trimestre do ano, acrescentando: "A economia alemã está começando o ano com pouca confiança."

A economia deve atingir seus níveis pré-pandêmicos em meados de 2022, de acordo com um rascunho de documento preparado pelo Ministério da Economia e visto pela Reuters na segunda-feira.

Em um sinal revelador de nervosismo corporativo, o índice de expectativas da Ifo caiu para seu nível mais baixo desde junho, frustrando expectativas de um aumento.

Medidas governamentais de resgate e estímulo sem precedentes ajudaram a amenizar o choque da pandemia na Alemanha no ano passado, quando a economia encolheu 5,0%, menos do que o esperado e uma contração menor do que a verificada durante a crise financeira global.

Mas as medidas renovadas de bloqueio estão suprimindo a atividade econômica e a confiança. O índice das condições atuais do Ifo caiu para o seu nível mais baixo desde setembro.