Confiança do consumidor cai após 2 meses seguidos de alta, diz CNI

SÃO PAULO – Após dois meses consecutivos de alta, a confiança do consumidor registra recuo. Segundo dados da CNI (Confederação Nacional da Indústria), o Inec (Índice Nacional de Expectativa do Consumidor) caiu 1,5% em dezembro, atingindo 115,2 pontos em relação a novembro, quando cresceu 0,5% (117 pontos).

Na comparação com dezembro do ano passado, houve aumento de 1,6%, quando o índice era de 113,4. A pontuação acima de 100 significa otimismo e, abaixo dessa marca, pessimismo.

Altos e baixos
Segundo a pesquisa, somente um dos seis componentes do Inec registrou acréscimo, na comparação com o mês anterior: em dezembro, a expectativa do consumidor com endividamento subiu 0,7% em relação ao mês anterior.

Dentre as cinco quedas, a que mais se destacou foi a expectativa com o desemprego, com variação negativa de 5,1%.

Já na comparação com dezembro do ano passado, somente o componente expectativa de compras de bens de maior valor teve desempenho negativo, de -0,3%.

Os itens com variações anuais positivas foram com o desemprego (4%), inflação (3,4%), endividamento (2,5%), renda pessoal (1,6%) e situação financeira (0,3%).

Por pontuação, os índices obtiveram os seguintes resultados em dezembro, na ordem decrescente: expectativa com desemprego (129,7 pontos), renda pessoal (117,7 pontos), expectativa com a situação financeira (115,1 pontos), compras de bens de maior valor (114,6 pontos), inflação (109 pontos) e endividamento (108,1 pontos).

Carregando...