Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.380,49
    -948,50 (-0,80%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.683,55
    -126,66 (-0,28%)
     
  • PETROLEO CRU

    51,98
    -1,15 (-2,16%)
     
  • OURO

    1.855,50
    -10,40 (-0,56%)
     
  • BTC-USD

    32.022,83
    +32.022,83 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    651,44
    +41,45 (+6,79%)
     
  • S&P500

    3.841,47
    -11,60 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    30.996,98
    -179,03 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.695,07
    -20,35 (-0,30%)
     
  • HANG SENG

    29.447,85
    -479,91 (-1,60%)
     
  • NIKKEI

    28.631,45
    -125,41 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.355,25
    -40,25 (-0,30%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6542
    +0,1458 (+2,24%)
     

Confiança do consumidor alemão cai mais em meio a lockdown mais rígido

·1 minuto de leitura
Loja de 1 euro em Hanover, Alemanha

BERLIM (Reuters) - A confiança do consumidor alemão caiu pelo terceiro mês seguido para janeiro uma vez que o lockdown mais rígido para conter as infecções por coronavírus reduziu as expectativas de renda e aumentou a propensão para guardar dinheiro, mostrou pesquisa nesta terça-feira.

O instituto de pesquisa GfK disse que seu índice do sentimento do consumidor, com base em pesquisa junto a cerca de 2 mil alemães, caiu a -7,3 pontos de -6,8 no mês anterior.

Foi a leitura mais baixa desde julho mas foi melhor do que a expectativa em pesquisa da Reuters de -8,8.

A chanceler Angela Merkel e líderes estaduais adotaram novo lockdown em 2 de novembro, segundo o qual restaurantes, bares e locais de lazer foram fechados, enquanto as lojas permaneceram abertas.

Como as medidas falharam em reduzir o número de infecções, o governo impôs regras mais rígidas a partir de 16 de dezembro, que fecharam a maioria das lojas, salões e outros serviços.

(Reportagem de Michael Nienaber)