Confiança do comércio sobe pelo 5º mês seguido

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) subiu pelo quinto mês seguido em dezembro e registrou alta de 0,3% ante novembro, informa a Confederação Nacional do Comércio (CNC). O resultado apresenta relativa estabilidade no dado ao longo deste segundo semestre em comparação ao nível dos seis primeiros meses de 2012, mas, na média deste ano, a confiança do setor está 4,3% inferior à do mesmo período do ano passado.

Entre os três componentes do ICEC, o relativo à situação corrente foi o mais favorável na passagem de novembro para dezembro, com alta de 2,7%. Para 54,3% dos empresários do comércio o comportamento do setor melhorou em relação ao mesmo período do ano passado. No levantamento anterior eram 52,3%.

A pior avaliação, segundo a CNC, foi a relativa à situação econômica corrente do País, que recuou 11,6% na comparação anual. Em contrapartida, as expectativas para 2013 são bastante otimistas. O indicador que mede as perspectivas para a economia avançou 2,9%, também em base anual. O resultado reflete a expectativa de um Produto Interno Bruto (PIB) melhor no próximo ano, em relação a 2012.

Para 91,2% dos entrevistados o ambiente de negócios deve melhorar nos próximos meses, enquanto 48,3% acreditam que vai melhorar muito. Também estão em alta as expectativas de contratação no comércio, segundo a sondagem da CNC. A expectativa de ampliar os postos de trabalho cresceu 5,7% em comparação a dezembro de 2012, embora tenha caído 1,2% em relação a novembro. A perspectiva de investir em máquinas e equipamentos (bens de capital) avançou 1,3% na comparação mensal e caiu 1,2% na anual. Já a avaliação sobre o nível dos estoques cresceu 2,2% na passagem de novembro para dezembro e +3% ante dezembro.

"O ano de 2012 encerra-se com um nível elevado de expectativas dos empresários do comércio. As vendas neste ano cresceram mais do que o observado no ano passado (6,7%) e a perspectiva de um ano de 2013 mais favorável em termos de crescimento econômico e de continuidade de expansão do consumo refletem-se em uma maior propensão à realização de investimentos e contratação de mão de obra", informou a CNC em nota oficial.

cotações recentes

 
Cotações recentes
Símbolo Preço Variação % Var 
Seus tickers vistos mais recentemente aparecerão aqui automaticamente se você digitou um ticker no campo "Inserir símbolo/empresa" na parte inferior deste módulo.
É necessário permitir os cookies do seu navegador para ver as cotações mais recentes.
 
Entre para ver as cotações nos seus portfólios.

Resumo do Mercado

  • Moedas
    Moedas
    NomePreçoVariação% Variação
    3,1098+0,0486+1,59%
    USDBRL=X
    3,2846+0,0467+1,44%
    EURBRL=X
    0,9468+0,0019+0,20%
    USDEUR=X
  • Commodities
    Commodities
    NomePreçoVariação% Variação

Destaques do Mercado

  • Líderes em Volume
    Líderes em Volume
    NomePreçoVariação% Variação
    31,51-0,14-0,44%
    VALE5.SA
    15,18-0,38-2,44%
    PETR4.SA
    4,93-0,10-1,99%
    USIM5.SA
    5,86+0,15+2,63%
    GOAU4.SA
    16,40-0,52-3,07%
    LAME4.SA
  • Altas %
    Altas %
    NomePreçoVariação% Variação
    10,89+1,29+13,44%
    TEKA4.SA
    4,18+0,45+12,06%
    BEES4.SA
    4,24+0,43+11,29%
    LFFE3.SA
    7,41+0,71+10,60%
    CRPG5.SA
    28,00+2,60+10,24%
    BRSR3.SA
  • Baixas %
    Baixas %
    NomePreçoVariação% Variação
    16,01-3,99-19,95%
    ITEC3.SA
    1,14-0,25-17,99%
    IGBR3.SA
    0,69-0,11-13,75%
    BBTG12.SA
    29,00-4,00-12,12%
    CEED3.SA
    3,33-0,45-11,90%
    CEDO4.SA