Mercado abrirá em 9 h 3 min

Concurso do INSS terá duas fases de eliminação

*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 23/03/2022, BRASIL - INSS ENTRA EM GREVE - 10:13:59 - Servidores do INSS prometem entrar em greve nesta quarta-feira (23); eles querem reajuste de 19,9 porcento. Movimentacao da agencia Santa Cruz, na zona sul, os servidores desta agencia aderiram a greve so no inicio da manha. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)
*ARQUIVO* SAO PAULO, SP, 23/03/2022, BRASIL - INSS ENTRA EM GREVE - 10:13:59 - Servidores do INSS prometem entrar em greve nesta quarta-feira (23); eles querem reajuste de 19,9 porcento. Movimentacao da agencia Santa Cruz, na zona sul, os servidores desta agencia aderiram a greve so no inicio da manha. (Foto: Rivaldo Gomes/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O concurso do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) com mil vagas para técnico do seguro social terá duas fases de eliminação: prova e curso. O curso, inédito na história das seleções do instituto, também será classificatório e deve começar em janeiro de 2023.

Ainda não foi definida a duração do curso, que poderá ser de 30 ou 45 dias. No edital, publicado nesta quinta-feira (15), consta apenas que serão 180 horas de treinamento. O objetivo, segundo o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, é preparar o candidato aprovado para o atendimento ao público.

O curso será presencial nas cidades de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Manaus (AM), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Os candidatos que forem selecionados para a qualificação receberão metade do salário oferecido pelo órgão.

O salário do cargo, que exige ensino médio, é de até R$ 5.905. Durante o curso, os aprovados irão receber metade da remuneração até que seja concluída a formação e o profissional seja designado a um posto de trabalho.

Haverá um edital com as regras dessa formação, mas não há data para sua publicação.

"Nós não temos pressa, em que pese a gente ter necessidade da mão de obra, é importante investir na qualidade desse curso de formação", diz Oliveira.

Haverá também um período de ambientação de 60 dias na agência antes de começar as atividades.

Outra justificativa para o curso é o fato de que houve reforma da Previdência em 2019 e as regras mudaram muito desde a última seleção, em 2015.

COMO SERÁ A DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS NO INSS

Do total de 1.000 vagas, 708 são para ampla concorrência, 90 para pessoas com deficiência e 202 destinadas a pessoas negras.

A remuneração inicial de até R$ 5.905,79 corresponde ao valor do vencimento básico de R$ 712,61, mais gratificações como GAE (Gratificação de Atividade Executiva), de R$ 1.140,18, e GDASS (Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social), que poderá chegar a R$ 3.595, além de auxílio-alimentação de R$ 458.

Há postos em todas as regiões, com foco maior nos locais onde há déficit maior de servidores.

O estado de São Paulo terá 138 vagas, oito delas na capital. As demais estão distribuídas entre os municípios da Grande SP, Baixada Santista, litoral paulista e interior. Os locais com os maiores números de postos nesta seleção são Santos, Jundiaí e Araraquara.

A concorrência por uma vaga deve ser alta. Segundo estimativa do ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, a expectativa é que haja 1,5 milhão de inscrições. Atualmente, o INSS tem 14,5 mil técnicos do seguro social. O déficit de funcionários, no entanto, é de 23 mil, segundo estimativa da Fenasps (Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde.