Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +997,93 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,23 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,52
    +1,54 (+1,93%)
     
  • OURO

    1.813,40
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    17.205,92
    +247,34 (+1,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    407,37
    +5,95 (+1,48%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,88 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,05 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.821,53
    +43,63 (+0,16%)
     
  • NASDAQ

    11.992,00
    -18,25 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5008
    +0,0068 (+0,12%)
     

Comunidades do WhatsApp são lançadas oficialmente

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, anunciou nesta quinta (3) a estreia das Comunidades, além dos novos recursos de enquetes e videochamadas para até 32 pessoas no WhatsApp. As novidades são compatíveis com a última versão do app disponível nas lojas de apps — 22.21.77 no iOS e 2.22.22.80 no Android — mas devem ser liberadas gradativamente para os usuários do mensageiro. Os “supergrupos” não chegam ao Brasil por enquanto, porém.

Comunidades do WhatsApp

Anunciadas em abril deste ano, as Comunidades do WhatsApp são como grupos “guarda-chuva”: nelas, usuários poderão reunir milhares de pessoas com interesses em comum (vizinhos, estudantes, universitários e colegas de trabalho, por exemplo) em subgrupos e gerenciar tudo com mais facilidade, incluindo a capacidade de disparar mensagens para todos os chats e ter tudo centralizado num lugar só.

“Com as Comunidades, administradores terão as ferramentas para organizar conversas sob um único guarda-chuva”, descreveu Zuckerberg.

No aplicativo, as Comunidades terão uma aba própria à esquerda da tela de chats. A partir dali, usuários poderão conferir todos os “supergrupos” que fazem parte e conferir os papos em andamento.

Agora que cada grupo do WhatsApp pode ter 1024 pessoas, uma única Comunidade pode abrigar milhares de pessoas com facilidade. Essa capacidade torna o mensageiro uma ferramenta ainda mais eficiente na comunicação em massa, característica que chamou a atenção de autoridades brasileiras meses atrás.

Contudo, provavelmente por esse motivo, porém, as Comunidades do WhatsApp não serão lançadas no Brasil antes de 2023.

Enquetes no WhatsApp e videochamadas com 32 pessoas

Em testes há meses, as enquetes do WhatsApp são uma adição bem simples, mas extremamente útil para discussões com amigos, colegas e familiares. A ferramenta permitirá iniciar votações para entender a opinião da galera, mas de forma mais intuitiva (e sem gambiarras) do que um sistema baseado em reações com emojis.

Por fim, videochamadas do WhatsApp poderão ter até 32 participantes simultaneamente. A expansão deve tornar o mensageiro uma plataforma ainda mais interessante para unir pessoas importantes num papo só, permitindo que todos sejam vistos ao mesmo tempo — algo essencial para matar a saudade de familiares, por exemplo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: