Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +1,87 (+2,61%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    31.932,50
    -3.932,71 (-10,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    775,14
    -75,21 (-8,84%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.137,50
    +102,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9750
    -0,0611 (-1,01%)
     

Comunidade do Bitcoin deve continuar lutando por liberdade, diz fundador da Silk Road

·3 minuto de leitura
Mãos se libertando das correntes rumo a liberdade
Mãos se libertando das correntes rumo a liberdade

O fundador da Silk Road, Ross Ulbricht, concedeu nesta sexta-feira (4) sua primeira entrevista após sua prisão, em 2013. Ligando diretamente da cadeia para o evento Bitcoin 2021, ele compartilhou seu sentimento em relação à moeda digital.

Com ideais libertários, Ross é reconhecido como o fundador do primeiro comércio da deep web a aceitar Bitcoin como pagamento. A plataforma era famosa, principalmente nos Estados Unidos, processando milhares de transações diariamente.

No local, os usuários conseguiam comprar drogas, armas, entre outros itens. A história de Ross Ulbricht ganhou tanta fama que virou até um filme na Amazon.

Comunidade Bitcoin deve continuar lutando por liberdade, diz fundador do Silk Road em entrevista diretamente da prisão

O evento Bitcoin 2021, que é organizado pelo portal de notícias Bitcoin Magazine, foi o primeiro a contar com a presença, ainda que por telefone, de Ross. Pelo telefone, Ulbricht falou que acompanha da prisão o progresso da moeda digital, que se tornou mais popular com o Silk Road.

“Passei os últimos oito anos assistindo o crescimento do Bitcoin daqui”, disse.

Em sua fala, Ross afirmou que não era possível imaginar o futuro do Bitcoin em 2013, quando a moeda digital ainda estava em seu início. Como já houve uma grande adoção de lá para cá, o fundador do Silk Road se mostrou empolgado com a tecnologia, que cresceu consideravelmente.

“Eu vi uma inovação incrível. Eu vi coragem inspiradora … Estamos transformando a economia global. Trouxemos um gostinho de liberdade e igualdade para cantos longínquos do mundo.”

Não sabia que o Silk Road ia crescer tanto, mas tinha intenção de popularizar o Bitcoin

O primeiro bloco do Bitcoin foi minerado em janeiro de 2009, uma rede nova prometendo ser a nova moeda da internet. Em 2011, fascinado com a tecnologia da moeda digital, Ross fundou o Silk Road, até então, sem imaginar que seu negócio teria um grande crescimento.

Em conversa com o público presente no evento Bitcoin 2021 nesta sexta, Ross deixou claro que tinha intenção de popularizar o Bitcoin. Apesar disso, o sucesso acabou chegando, e com um site popular na venda de drogas, Ulbricht acabou preso, em 2013.

Em 2015, o fundador do Silk Road foi condenado a prisão perpétua nos Estados Unidos, duas vezes, e mais 40 anos de prisão. Ou seja, as chances de Ross um dia sair da cadeia não são nada animadoras.

Segundo o entusiasta do Bitcoin preso, quando criou seu site pensava em uma realidade melhor para o mundo, coisa que não pode mais desfrutar de onde está hoje.

“A ironia é que fiz o Silk Road em primeiro lugar porque pensei que estava promovendo as coisas que me importavam: liberdade, privacidade, igualdade. Mas, ao fazer o Silk Road, acabei em um lugar onde essas coisas não existem.”

No fim de sua fala, Ross ainda declarou que o Bitcoin é forte, poderoso, e que chegou a hora de evoluir a tecnologia para novos passos. Para o fundador do Silk Road, o trabalho ainda não acabou na luta pela liberdade.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos