Mercado fechará em 3 h 59 min
  • BOVESPA

    109.087,00
    -1.699,43 (-1,53%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.746,60
    -551,60 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,08
    -1,34 (-1,61%)
     
  • OURO

    1.781,80
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    63.928,56
    -2.761,16 (-4,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.510,17
    -24,48 (-1,60%)
     
  • S&P500

    4.538,06
    +1,87 (+0,04%)
     
  • DOW JONES

    35.513,90
    -95,44 (-0,27%)
     
  • FTSE

    7.203,34
    -19,76 (-0,27%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.435,50
    +58,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5586
    +0,0390 (+0,60%)
     

Compras antes de feriado na China impulsionam minério de ferro

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- As compras de traders antes do feriado de uma semana na China deram força às cotações do minério de ferro.

Most Read from Bloomberg

Os futuros em Singapura chegaram a subir 11% e depois reduzirem os ganhos, enquanto os preços em Dalian avançaram 9% no último dia de negociação nos mercados chineses antes da pausa para a Semana Dourada. Investidores também avaliam o pedido de autoridades para que instituições financeiras ajudem governos locais a estabilizarem o mercado imobiliário em rápida desaceleração. A retomada da produção de siderúrgicas e a suspensão das operações em uma mina australiana contribuíram para o movimento de alta.

“O minério de ferro mostra recuperação bastante clara, porque as usinas estão reabastecendo antes do feriado e os estoques dos portos ainda precisam repor a matéria-prima”, disse Wang Haitao, analista da Huatai Futures. “No entanto, o espaço para uma retomada é limitado devido às restrições iminentes para usinas no quarto trimestre.”

O mercado foi marcado por um sobe e desce este mês sob o impacto da crise de energia e restrições persistentes às usinas que afetaram o consumo, enquanto a reposição de estoques recentemente elevou os futuros. Ainda assim, os preços em Singapura se desvalorizaram mais de 40% neste trimestre devido às expectativas de que os volumes de aço vão cair no resto do ano para cumprir a meta do governo de reduzir a produção anual, campanhas para limitar as emissões e a poluição e controles no setor imobiliário.

Na quarta-feira, analistas do Goldman Sachs cortaram a previsão para o minério de ferro de US$ 190 para US$ 100 a tonelada no quarto trimestre.

Algumas siderúrgicas nas províncias de Jiangsu, segunda maior produtora da China, e de Zhejiang reiniciarão as operações em outubro, depois de um impacto generalizado nas operações para reduzir o consumo de energia, segundo a consultoria Shanghai Metals Market. Investidores também monitoram o lado da oferta após a produtora de minério de ferro Fortescue Metals ter suspendido as operações no Solomon Hub por causa da morte de um trabalhador.

A iniciativa da China para fortalecer o mercado imobiliário sinaliza preocupação sobre as consequências da crise de dívida da China Evergrande. Dados oficiais mostraram que a atividade manufatureira do país encolheu em setembro pela primeira vez desde o início da pandemia no ano passado devido à crise de energia.

Em Singapura, os futuros do minério de ferro eram negociados com alta de 3,1%, a US$ 119 a tonelada, às 15h04, no horário local. A perda trimestral seria a maior desde o início das negociações em 2013. Na China, os preços subiram 4%, enquanto os futuros do aço avançaram em Xangai.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos