Mercado abrirá em 4 h 53 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,67
    -0,38 (-0,58%)
     
  • OURO

    1.695,30
    +17,30 (+1,03%)
     
  • BTC-USD

    53.548,39
    +3.168,74 (+6,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.079,62
    +55,41 (+5,41%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    28.621,95
    +81,12 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    29.027,94
    +284,69 (+0,99%)
     
  • NASDAQ

    12.469,00
    +171,75 (+1,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9831
    +0,0233 (+0,33%)
     

Compra de milho dos EUA fará China ultrapassar quota da OMC

Isis Almeida e Alfred Cang
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Embarcando em sua maior iniciativa de compra de grãos dos EUA até hoje, a China deve ultrapassar pelo segundo ano a quota de compra de milho definida pela Organização Mundial do Comércio, de acordo com pessoas a par do assunto.

A nação asiática adquiriu quase 6 milhões de toneladas de milho americano esta semana, sua maior compra semanal em registro, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). A China vai abocanhar mais 2 milhões de toneladas nesta rodada, superando a quota da OMC, relataram as fontes, que pediram anonimato porque as informações não são públicas.

A China está importando produto agrícola dos EUA para alimentar um rebanho suíno que se recupera de um surto mortal mais rápido do que a maioria dos operadores do mercado previa. No início desta semana, o comandante da Archer-Daniels-Midland, uma das maiores tradings agrícolas do mundo, estimou que o país importará 25 milhões de toneladas de milho do mundo inteiro. A Ucrânia também é grande fornecedora de milho para a China.

“Achamos que os estoques, as reservas (na China) estão bem menores do que o que o mercado está relatando por lá”, disse o CEO Juan Luciano. “Eles estão tentando recompor o rebanho, mas a profissionalização da alimentação incluiu muito mais grãos na ração, então esperamos aumento no apetite da China por todas essas commodities por vários anos.”

Segundo dados do USDA, os EUA já tinham agendado o embarque de outras 5,9 milhões de toneladas de milho para a China nesta temporada antes da compra de 6 milhões de toneladas desta semana, o que supera a quota anual da OMC de 7,2 milhões de toneladas.

A China importou 11,3 milhões de toneladas de milho no ano passado, ultrapassando o limite da OMC pela primeira vez, de acordo com dados alfandegários.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.