Mercado fechado

Compra da Conbras pela Top Service é aprovada pelo Cade

Juliano Basile
·1 minuto de leitura

Foi constatado que a operação envolve menos de 20% do setor da companhia vendedora no Brasil A empresa Top Service obteve autorização da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para adquirir quotas representativas de 100% do capital social da empresa Conbras Serviços Técnicos de Suporte. A Top Service desenvolve atividades de prestação de serviços de vigilância patrimonial. Já a vendedora está no setor de prestação e gestão de serviços de recursos humanos, exercendo atividades de gestão, planejamento, operação, limpeza e manutenção nos setores imobiliário, comercial e industrial. A Conbras faturou mais de R$ 75 milhões, em 2019, e por isso teve que notificar esse negócio ao Cade. Formalmente, foi identificado que a Conbras é detida pela empresa Babcock Project Services Limited e que a operação dela se justifica devido à sua consolidação no mercado de prestação e gestão de serviços de recursos humanos, tendo em vista que as atividades envolvidas apresentam grandes sinergias com os setores atualmente atendidos pelas demais empresas deste grupo. Logo, para a companhia vendedora esse negócio representa oportunidade de desinvestimento nos setores em que ela atua. A tarefa da Superintendência foi a de verificar como esse negócio poderá afetar a competitividade. Diante disso foi constatado que essa operação envolve menos de 20% deste setor da companhia vendedora no Brasil. Assim, foi dado aval a esse negócio. “A presente operação pode ser aprovada sob o rito sumário”, concluiu esse órgão antitruste.