Mercado fechado

Comparativo TCL 20B x Realme C25: um cobra caro, o outro entrega mais

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·10 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

No ano passado, a TCL trouxe ao mercado brasileiro um novo modelo de celular de entrada, o TCL 20B. O telefone, porém, chegou com um preço um tanto salgado para competir com modelos mais populares, como o Realme C25.

Os dois smartphones têm como proposta agradar um público não muito exigente, que querem um dispositivo simples para usar no dia-a-dia, com funções básicas ou acesso aos apps de redes sociais e mensageiros.

Mas, colocando os dois frente a frente, qual será que justifica melhor a compra? Compensa mais pegar o modelo da TCL, que ainda não é tão popular no mercado brasileiro, ou é melhor ir na Realme que, apesar de também não ser tão consagrada, já mostra uma evolução maior?

Confira este comparativo geral e veja qual a melhor opção para comprar neste ano se estiver em busca de um smartphone de entrada.

Design e Construção

Ambos os modelos possuem a construção toda em plástico, o que é normal para a categoria e até mesmo celulares intermediários ou premium. No TCL, porém, a aposta é em uma acabamento espelhado, que dá um aspecto mais sofisticado, enquanto o Realme tem uma traseira fosca.

Um ponto a se considerar é a diferença no peso: enquanto o TCL 20B é extremamente leve, com 178 gramas, o Realme C25 já começa a bater à porta dos modelos mais pesados, com 209 gramas. Isso é justificado pela presença de hardwares mais robustos, como a bateria.

As dimensões também são parecidas, exceto pela grossura do Realme C25 — mais uma vez justificada pela bateria (você entenderá melhor quando chegarmos neste tópico). O TCL mede 164,7 x 74,68 x 7,99 mm, enquanto seu rival possui medidas de 164,5 x 75,9 x 9,6 mm.

TCL 20B conta com acabamento espelhado na traseira (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)
TCL 20B conta com acabamento espelhado na traseira (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Esse tamanho mais avantajado das laterais do Realme C25 pode atrapalhar um pouco a pegada, mas isso é uma questão de costume e, com o tempo, deve passar batido, mas já é um ponto positivo para o TCL, que oferece uma ergonomia melhor logo de cara.

A parte frontal dos dois é quase igual: um painel sem curvas com um entalhe em forma de gota posicionado no topo do display. Exceto pela borda superior visivelmente mais espessa no TCL 20B, as telas dos dois modelos são muito parecidas.

O mesmo não pode ser dito da traseira, no entanto. Além das diferenças que já comentei sobre o acabamento, o TCL 20B e o Realme C25 possuem muitas diferenças estéticas na parte de trás.

O TCL, por exemplo, tem um entalhe retangular que abriga a dupla de lentes, o flash LED e um terceiro “furo” que seria outra lente, mas é apenas um item cosmético. Já o Realme tem o conjunto quadrado e, dentro, um trio de sensores e o flash LED.

Realme C25 conta com um acabamento diferente na traseira, com aspecto fosco (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)
Realme C25 conta com um acabamento diferente na traseira, com aspecto fosco (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

O sensor de impressões digitais é posicionado na traseira dos dois modelos e fica localizado na linha imaginária logo abaixo do fim dos módulos. Como este quadro fica localizado mais acima no Realme, isso pode incomodar mais na hora de fazer o desbloqueio.

Por fim, a posição das teclas de controle de volume e energia é a mesma nos dois telefones: ficam na lateral direita. No entanto, o TCL 20B apresenta um botão a mais, que fica no lado esquerdo e serve para acionar o Google Assistente.

Tela

Mais uma vez temos especificações bem parecidas entre os dois modelos. O Realme C25 tem um display de 6,5 polegadas com densidade de pixels de 270 ppi, enquanto o TCL 20B tem um painel de 6,52 polegadas e 269 ppi. O restante é igual: tecnologia IPS LCD com resolução de 720 x 1600 pixels.

Até a taxa de atualização é igual: 60 Hz, então não espere muito desempenho na hora de jogar ou consumir conteúdos que exigem uma resposta muito rápida da tela.

A resolução baixa não é o ideal para muita coisa, mas, no geral, permite assistir a filmes e séries e acompanhar os conteúdos de redes sociais normalmente. Não são celulares que vão entregar imagens tão vívidas, mas é o normal para a categoria.

Configuração e Desempenho

Aqui as diferenças começam a ficar mais perceptíveis e definir qual modelo se sai melhor em relação ao outro. Ambos contam com um chipset da MediaTek, mas a escolha da linha em cada um faz muita diferença.

A começar pelo TCL 20B, ele é equipado com a plataforma Helio A25. Se você não conhece, não se assuste: ela é mais utilizada em modelos comercializados no mercado oriental e que não deram as caras por aqui.

Esse componente entrega uma configuração octa-core com quatro núcleos Cortex-A53 que rodam a 1,8 GHz e mais quatro Cortex-A53 a 1,5 GHz. Para processamento gráfico, ele conta com a GPU PowerVR GE8320.

O Realme C25, por sua vez, tem o chipset Helio G70. Com desempenho levemente superior, esse hardware possui um processador octa-core com dois núcleos Cortex-A75 a 2,0 GHz e seis Cortex-A55 a 1,7 GHz. Já a placa gráfica é uma Mali-G52 MC2.

A quantidade de memória e armazenamento também faz diferença na hora do poder geral de cada smartphone e, mais uma vez, o Realme C25 leva vantagem, com uma combinação de 4 GB de RAM com até 128 GB de armazenamento interno, contra 4 GB + 64 GB do TCL 20B.

TCL 20B e Realme C25 contam com um design bem parecido na parte frontal (Imagem: Rafael Damini / Canaltech)
TCL 20B e Realme C25 contam com um design bem parecido na parte frontal (Imagem: Rafael Damini / Canaltech)

Isso é útil para armazenar ainda mais aplicativos e não depender de um cartão de memória para salvar suas fotos e vídeos por um bom tempo.

A conectividade também deixa a desejar no modelo da TCL. Os dois não contam com suporte ao 5G, é claro, mas o Wi-Fi também é mais fraco nele, já que conta apenas com os protocolos 802.11b/g/n, enquanto o Realme entrega Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac.

Na prática, isso quer dizer que, mesmo que você tenha contratado uma internet de mais de 100 Mega, o TCL 20B dificilmente ultrapassará uma velocidade de 50 Mbps, enquanto o Realme C25 já pode obter mais da sua rede residencial.

Em comum, os dois modelos trazem USB-C para carregamento, Bluetooth 5.0 e não contam com suporte para pagamentos por aproximação com NFC.

Usabilidade

Os dois modelos já foram lançados com o Android 11 de fábrica, mas cada um deles roda o sistema operacional sob a sua própria interface. No caso do Realme, é a Realme UI 2.0, enquanto do TCL 20B é a TCL UI.

As skins contam com algumas modificações para deixar o aparelho com sua própria cara. O Realme C25, por exemplo, conta com diversas opções de customizações para quem gosta de modificar ao máximo o visual do aparelho.

Enquanto isso, o TCL 20B possui poucos itens modificáveis, mas embarca um recurso interessante, que é o NXTVISION — funcionalidade que otimiza a imagem para aumentar o contraste e oferecer cores mais vívidas.

Em comum, os dois contam com opções próprias para alterar a aparência de menus, configurações e do painel de configurações rápidas e notificações, portanto espere por um interface com design próprio em cada uma, diferente do que é oferecido de forma nativa no Android “puro”.

Câmera

O Realme C25 também vence neste quesito já que entrega uma câmera a mais que o TCL 20B. Enquanto o primeiro oferece uma lente principal de 48 MP, uma macro de 2 MP e uma de profundidade com 2 MP, o TCL aposta apenas em uma lente principal de 50 MP e uma de profundidade de 2 MP.

Dessa forma, não espere muitos modos disponíveis dentro do aplicativo de câmera. Ambos os aparelhos até permitem utilizar funções como HDR, modo retrato ou noturno, mas apenas o Realme tem “algo a mais” com o sensor macro, que permite tirar fotos aproximadas para obter mais detalhes do objeto principal.

No geral, a câmera principal dos dois modelos oferecem uma imagem aceitável no que diz respeito aos detalhes presentes. Não é um absurdo de boa qualidade, mas são dignas para seus segmentos.

No TCL, temos um pouco de falha na hora de aplicar o desfoque no modo retrato e, como provou nosso review, o recorte do objeto principal não é muito eficiente.

Já o Realme sofre um pouco em ambientes com muita iluminação, e as fotografias recebem um tratamento exagerado na claridade.

A lente frontal dos dois telefones é de 8 MP e, mesmo com uma resolução parecida, é nítido que o Realme C25 conta com um pós processamento melhor, que deixa as fotos mais “ricas” em detalhes em comparação com o TCL 20B.

Veja, abaixo, alguns exemplos de fotografias tiradas com os dois celulares.

Fotos tiradas com o TCL 20B

Fotos tiradas com o Realme C25

Sistema de Som | Caixa de som integrada, saída de áudio e afins

Ambos os modelos oferecem um áudio mono, ou seja, não é possível esperar muita qualidade sonora em nenhum deles. Para compensar, porém, tanto o TCL 20B quanto o Realme C25 contam com um conector padrão para fones de ouvido

Isso ajuda bastante se você tiver uma caixinha de som ou fone de ouvido mais potentes. Dessa forma, é possível aproveitar melhor conteúdos como músicas, séries ou até mesmo jogar pelo celular.

Bateria e Carregamento

Mais um ponto é dado para o Realme C25, dessa vez em relação à autonomia de bateria. Isso porque o telefone é equipado com um componente de 6.000 mAh, enquanto o TCL 20B tem apenas 4.000 mAh — já considerado baixo nos padrões atuais.

Em um uso normal, a capacidade do Realme pode oferecer mais de um dia de uso longe das tomadas. É claro que isso varia de acordo com o uso, mas nossos testes demonstraram que, com um uso moderado, ele pode chegar a quase dois dias de uso.

Do outro lado do jogo, o TCL 20B não decepciona muito e pode chegar a um dia com apenas uma carga, mas ainda é uma performance inferior ao seu concorrente.

Em contrapartida, o TCL 20B é mais rápido no carregamento e leva cerca de duas horas para carregar de 5 a 100%, enquanto o Realme leva 2 horas e 45 minutos para ter sua carga completamente abastecida. No entanto, isso é normal, visto que são 2.000 mAh de diferença na capacidade dos dois modelos.

TCL 20B cobra caro, mas Realme C25 entrega muito mais

Engana-se quem pensa que preço alto é sinônimo de um celular mais completo. O TCL 20B chegou ao mercado brasileiro para provar que essa relação não é verdadeira.

O modelo foi anunciado pela fabricante por R$ 1.899, mas já é encontrado com valores a partir de R$ 1.600 no mercado nacional.

Do outro lado do campo, o Realme C25 é comercializado com preços que começam em R$ 1.050 e bate a casa dos R$ 2.000, mas, com uma boa pesquisa, é possível pegar ofertas boas.

Por esse valor, o celular da Realme entrega um conjunto de câmeras melhor, uma bateria muito mais potente, um chipset mais conhecido — e também com melhor poder de processamento, é claro — e mais opções de armazenamento.

Em comum, eles têm telas bem parecidas e um sensor de impressões digitais localizado na traseira — enquanto muitas fabricantes já apostam em posicionar este componente na lateral, embutido na tecla de energia.

Pelo conjunto oferecido e pelo custo-benefício, o Realme C25 é a melhor aposta para quem busca um celular simples para usar no dia-a-dia e não é tão exigente quanto ao hardware.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos