Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.060,40
    -198,21 (-1,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Comparativo One UI x iOS | Interfaces bem otimizadas e quase completas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A Apple e a Samsung são as principais concorrentes uma da outra em alguns setores. Nos smartphones, a disputa é ainda mais acirrada, com fãs bastante dedicados de cada lado. E não é à toa: ambas oferecem ótimos aparelhos com sistemas operacionais que são mais otimizados a cada update.

Mas por falar em sistema operacional, qual é o melhor entre as duas fabricantes? A One UI da Samsung — que é carregada sobre o Android — ou o iOS da Apple?

Neste comparativo, levanto os principais pontos de cada software para mostrar qual pode atender você melhor caso esteja em dúvida entre um aparelho de uma ou outra. É importante frisar que, aqui, não levo em consideração as especificações de nenhum celular, mas apenas as características das interfaces. Confira:

Design e personalização

As duas interfaces são bem ímpares no que diz respeito ao design. Ambas oferecem um visual agradável e intuitivo, que chamam bastante a atenção dos usuários. O iOS, no entanto, oferece uma estética de tela única, ou seja, sem uma gaveta de aplicativos, enquanto a One UI tem o menu para abrigar tudo o que é baixado na loja do Android.

A tela inicial de ambas é bem parecida, mas o sistema da Samsung oferece ícones com bordas mais arredondadas e suaves, que torna mais agradável a organização dos apps. Já o iOS, para quem não está acostumado, pode parecer um pouco desorganizado — mas isso é questão de costume, não chega a ser um problema.

A Apple, no entanto, oferece uma divisão melhor das notificações e da área de configurações rápidas — que no iOS é chamado de Centro de Controle.

Nos celulares com o famoso “entalhe” no topo, basta deslizar de cima para baixo no lado esquerdo para ler os alertas e mensagens recebidas, enquanto o direito mostra os blocos de Wi-Fi, redes móveis, entre outros. Já na One UI é tudo “misturado”, ou seja, não há um espaço dedicado para as notificações e para as configurações.

Loja de temas da One UI melhora as opções de personalização da interface (Imagem: Bruno Bertonzin/Canaltech)
Loja de temas da One UI melhora as opções de personalização da interface (Imagem: Bruno Bertonzin/Canaltech)

Em contrapartida, a Samsung oferece uma variedade muito maior para quem procura uma interface bem personalizável. Com uma loja de temas nativa, é possível baixar pacotes de ícones, fontes, papéis de parede, bloqueios de tela e até novas imagens para a tela Always On. Já o iOS não oferece nada neste nível.

Usabilidade

Aqui a disputa é muito boa, porque a usabilidade de ambas as interfaces é bem agradável e intuitiva. O iOS já é conhecido há anos por oferecer um sistema liso, bem fluido e quase sem falhas — algo que sempre o deixou, disparado, à frente dos rivais.

A sul-coreana, por outro lado, conseguiu se aproximar bastante disso com a One UI. Se no passado era conhecida pelas falhas da TouchWiz, isso quase não existe mais com o novo software, que já está em sua versão 4.1. Hoje, a Samsung disponibiliza uma interface bem estável e cada vez mais livre de bugs.

No geral, então, as duas são bem intuitivas, fluidas e agradáveis de se usar. Eu diria, portanto, que o que desempata neste quesito é o quanto você está mais habituado ao iOS ou Android, ou os recursos exclusivos de cada interface — os quais vou detalhar mais para frente.

Atualizações de software

Este é outro ponto que a Samsung melhorou muito nos últimos anos. Se antes ficava bem abaixo das concorrentes com as atualizações do Android ou de segurança, hoje a One UI é sempre uma das primeiras a ser atualizada com os novos softwares do Google ou patches de correção.

Ainda assim, há um bom caminho a percorrer se a marca quiser alcançar a rival norte-americana neste quesito. A Apple não só oferece muitos anos de suporte com atualizações até mesmo para aparelhos antigos, como faz isso de forma exemplar.

Isso porque as atualizações são liberadas para quase 100% da base de aparelhos logo no primeiro dia de lançamento. Explicando em termos mais simples: se a marca liberasse hoje um “iOS 16”, quase todos os usuários do iOS em aparelhos atuais já poderiam desfrutar as novidades na hora, sem precisar esperar dias ou semanas para receber o update.

Isso, infelizmente, ainda não acontece com a Samsung. Assim como outras fabricantes Android, a marca segue um cronograma de liberação das atualizações por “fases”, que significa que apenas uma porcentagem dos usuários recebe as novas versões em um primeiro momento e pode levar até semanas para todos poderem baixá-las.

Velocidade de atualização à parte, tanto o iOS quanto a One UI são bem competentes em deixar seus aparelhos em dia com as novas versões de sistema e/ou segurança. Então as duas pontuam bem neste aspecto.

Apps, recursos e diferenciais

Aqui, a vitória começa a pender mais para o lado da Apple. Isso porque a fabricante estadunidense oferece recursos e diferenciais mais interessantes, principalmente para quem já tem um ecossistema mais completo de aparelhos da marca, como iPad, MacBook e iPhone.

Ainda assim, a Samsung não deixa a desejar, e a One UI tem ótimos diferenciais, que facilitam bastante a vida dos donos dos celulares da empresa. Conheça alguns dos principais diferenciais de cada uma:

Recursos exclusivos da One UI

Controle de dispositivos inteligentes

Para começar, este não é um recurso necessariamente exclusivo da One UI, e o iOS também tem algo parecido. Mas ele funciona muito melhor na interface sul-coreana.

O controle de dispositivos inteligentes da One UI permite gerenciar vários aparelhos conectados de diferentes marcas, como lâmpadas, ventiladores, controles universais, entre outros. Tudo isso direto da área de notificações.

No iOS, também é possível fazer isso no Centro de Controle, mas a quantidade de dispositivos compatíveis é bem menor, já que a Apple só aceita os que possuem suporte ao Apple Homekit — o que não é muita coisa, pelo menos aqui no Brasil.

Wireless PowerShare

O Wireless PowerShare é um ótimo “salva-vidas” para quem tem fones de ouvido ou smartwatches com suporte para carregamento sem fio. Com ele, os celulares da marca podem servir de powerbank caso algum desses acessórios precise de uma carga e o usuário esteja longe de casa.

Ele também permite carregar outros celulares — é claro, desde que tenham esse suporte. Então, se um amigo precisar de um pouco de bateria no meio da rua, é possível “emprestar” essa carga para o outro celular. Basta posicionar um aparelho na traseira do outro.

Modo DeX

O modo DeX é um excelente recurso para quem quer ampliar o setup de trabalho ou simplesmente usar o celular como um computador. Com ele, é possível “transformar” o smartphone em um desktop e usar as funções do aparelho em um monitor externo.

Com a adição de um teclado e um mouse sem fios, o conjunto fica ainda mais completo e dá mais versatilidade para acessar redes sociais, navegar na internet ou usar quase todas as outras funções do aparelho de forma mais ampla.

Navegação por gestos

A navegação por gestos também existe no iOS, porém, mais uma vez, é muito mais funcional na One UI — assim como em outros celulares Android.

Enquanto no sistema da Apple as opções para voltar para as telas anteriores são bem confusas — às vezes deslizando para o lado e outras clicando em uma seta — na interface sul-coreana isso é muito mais simples, e a navegação funciona de forma consistente em todos os aplicativos. Basta deslizar para o lado (ou de cima para baixo em um dos cantos inferiores da tela) para retroceder.

Histórico de notificações

O Histórico de notificações permite ao usuário da One UI acessar uma tela com as notificações recebidas no smartphone nas últimas 24 horas. Dessa forma, é possível recuperar alertas que tenham sido apagados por engano, ao deslizar o dedo para dispensar outra mensagem na área de notificações.

Recursos e diferenciais do iOS

Janelas de pré-visualização

As janelas de pré-visualização são alguns dos recursos visuais mais agradáveis da interface da Apple. Com ela, é possível ter uma prévia — como seu nome já sugere — de um link. Elas estão disponíveis tanto no Safari, quanto em apps terceiros, como redes sociais.

Dessa forma, antes de abrir uma página no navegador ou o perfil de um usuário no Twitter, por exemplo, é possível dar uma conferida básica no conteúdo, com detalhes visíveis em uma pequena janela flutuante.

Janelas de pré-visualização do iOS também funcionam no Twitter (Imagem: Bruno Bertonzin/Canaltech)
Janelas de pré-visualização do iOS também funcionam no Twitter (Imagem: Bruno Bertonzin/Canaltech)

Integração com apps terceiros

A integração com aplicativos desenvolvidos por terceiros é muito melhor no iOS do que em qualquer outro celular Android. Isso porque a interface da Apple constantemente recebe mais otimizações das aplicações, o que deixa seu sistema mais atrativo.

Um exemplo disso é o Instagram, que é conhecido por entregar um melhor desempenho em sua câmera nativa no iOS do que em qualquer outro celular com o sistema do Google, até mesmo os modelos mais avançados.

Outra vantagem é que, apenas no iOS, um usuário do Twitter pode compartilhar uma publicação direto nos stories do Instagram, sem precisar tirar print. Isso, infelizmente, ainda não está disponível no Android — mesmo que já tenha chegado há muito tempo no sistema da Apple.

Apple SharePlay

O Apple SharePlay é o recurso perfeito para assistir a filmes e séries com seus amigos à distância. Com ele, a sincronia é perfeita nos dois aparelhos e não fica um lag entre o que é reproduzido em uma tela e outra. Além disso, caso um usuário pause a reprodução, o conteúdo também é pausado para o outro — como se os dois estivessem com o controle remoto.

É importante destacar, no entanto, que este é um recurso do FaceTime, e não um aplicativo dedicado. Então, para aproveitá-lo, é preciso iniciar uma chamada de vídeo primeiro.

Arrastar e Soltar

O Arrastar e Soltar — ou Drag and Drop, como também é conhecido — é apenas uma simplificação do famoso “copia e cola”. Com ele, os usuários podem literalmente arrastar um trecho de um texto no navegador e mandar direto para um mensageiro ou salvar em um bloco de notas sem precisar fechar qualquer aplicativo.

Ele também funciona com fotos, que podem ser movidas da galeria para uma conversa no Telegram, por exemplo, ou coladas em um editor de imagens.

Ecossistema integrado

Quem possui mais de um aparelho da Apple pode aproveitar os benefícios de estar inserido no ecossistema da marca. São várias vantagens e facilidades com a integração dos aparelhos e uma delas é a possibilidade de usar o iPhone como roteador para o MacBook, por exemplo.

Isso já existe no Android, mas na Apple não tem nenhuma necessidade de configuração. Basta um estar no alcance do outro e ambos estarem com o mesmo Apple ID que já é possível fazer essa comunicação.

Existem, ainda, outras coisas que é possível fazer com dois aparelhos da Apple — como aproximar um iPhone do HomePod Mini para transferir a reprodução de músicas de um para o outro — e permitem usar melhor o iOS com iPadOS, macOS e watchOS, que é o sistema da marca para o Apple Watch.

Duas interfaces bem otimizadas, intuitivas e “quase” perfeitas

A One UI e o iOS competem bem pelo título de melhor interface para celulares. As duas estão bem otimizadas e cada vez melhores a cada atualização, mas se diferenciam bastante em alguns pontos chave.

A One UI, por exemplo, oferece mais opções de customização e o usuário pode deixar o celular mais “com a sua cara” ao baixar temas, papéis de parede ou ícones na loja de temas da Samsung.

O sistema é tão minimalista quanto o da Apple, mas a interface da Samsung é um pouco mais intuitiva, já que a navegação por gestos é muito mais simplificada do que no iOS, que ainda precisa melhorar bastante.

One UI e iOS oferecem bastante atrativos para os usuários (Imagem: Danilo Berti/Canaltech)
One UI e iOS oferecem bastante atrativos para os usuários (Imagem: Danilo Berti/Canaltech)

Por outro lado, o iOS tem um sistema que recebe atualizações com mais frequência e por mais tempo. Isso ajuda a manter o aparelho mais seguro.

A quantidade de recursos nativos do sistema da Apple também chama mais atenção, assim como suas usabilidades. Ainda que a Samsung também ofereça ótimos recursos, há quem prefira a integração da Maçã com outros aplicativos ou dentro de seu próprio ecossistema.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos