Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.243,54
    +47,83 (+0,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Comparativo Galaxy A53 5G x A52: vale a pena fazer o upgrade?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Galaxy A53 5G é o sucessor direto do A52, de 2021. O novo celular chegou com um novo processador compatível com as redes 5G, bateria superior e promessa de quatro anos de atualizações do Android, mas manteve quase todo o projeto do irmão mais velho.

Mas, afinal, o que mudou entre eles? Vale a pena fazer o upgrade? Eu testei os dois smartphones e conto o que melhorou, piorou, e se vale trocar, neste comparativo!

Construção e design

Em termos de design, o Galaxy A53 5G é basicamente idêntico ao A52, o que é bom e ruim. Eu gostei porque ele continua muito bonito, com o bump de câmeras integrado ao corpo do aparelho, além de resistente a água e poeira, cortesia da certificação IP67.

O Galaxy A53 5G é basicamente idêntico ao A52 em design e construção (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
O Galaxy A53 5G é basicamente idêntico ao A52 em design e construção (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Eu só achei que a nova geração poderia vir com alguma novidade, como o suporte ao carregamento sem fio, já que estamos falando de um modelo premium da linha Galaxy A de 2022.

Outra ausência, esta mais esperada considerando os últimos lançamentos, é a entrada de 3,5 mm para fones de ouvido. Não é uma grande perda, no entanto, pois muitas pessoas já utilizam fones Bluetooth.

No geral, a única diferença que vale a pena destacar é a espessura menor do Galaxy A53 5G em relação ao A52 mesmo com a adoção de uma bateria 500 mAh maior. Com isso, a pegada fica ligeiramente melhor, apesar de manter os outros números, como altura e peso.

Tela

Na tela, houve apenas uma melhoria que influenciou diretamente na experiência. A taxa de atualização foi aumentada de 90 Hz, no A52, para 120 Hz, na nova geração.

Além de ser mais fluida, a tela do A53 5G também está mais inteligente. Diferentemente do A52, que possui uma tela com taxa de atualização fixa, o novo modelo consegue se adaptar ao conteúdo exibido na tela para consumir menos energia. Por exemplo, em alguns jogos, ele funciona a 120 Hz, mas em imagens estáticas pode cair para até 48 Hz.

O A52 tem tela com taxa de atualização fixa, o que consome mais energia (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
O A52 tem tela com taxa de atualização fixa, o que consome mais energia (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Fora isso, estamos falando do mesmo ótimo display. Ambos contam com 6,5 polegadas com resolução Full HD estendido e tecnologia Super AMOLED, com ótimo brilho, cores vivas e pretos profundos.

Configurações e desempenho

O Galaxy A53 5G é equipado com o processador Exynos 1280 5G, fabricado pela própria Samsung e equivalente ao Snapdragon 778G 5G. Isso quer dizer, também, que ele é bem melhor que o Snapdragon 720G do Galaxy A52.

Em relação ao A52, o A53 5G teve um salto interessante de desempenho. Naturalmente, os aplicativos e jogos rodam com mais fluidez e fôlego, sem falar que a alternância entre programas é feita de forma bem mais ágil, mesmo mantendo os 6 GB de RAM do antecessor.

Mas não quer dizer que o A52 já esteja ruim ou defasado. O conjunto ainda é competente para as principais tarefas atuais, como aplicativos de redes sociais, mensageiros e streaming. Jogos menos pesados também não devem apresentar problemas.

Talvez o smartphone mostre sinais de lentidão em jogos mais complexos. Resumindo, o aparelho não é mais tão avançado como era há um ano.

Naturalmente, houve um salto de desempenho interessante do A53 5G em relação ao A52 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Naturalmente, houve um salto de desempenho interessante do A53 5G em relação ao A52 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Quanto ao software, tanto o A53 5G quanto o A52 já possuem a nova One UI 4.1 rodando sobre o Android 12, sistema mais recente. Por ser mais novo, o A53 5G será atualizado até o Android 16 considerando o cronograma de atualizações da Samsung, o que é ótimo.

Já o irmão, se a empresa mantiver o cronograma para os modelos antigos, ganhará updates geracionais do Android até 2024, o que também é bom. A questão é se o A52 continuará utilizável daqui alguns anos por conta do seu hardware menos potente.

Câmeras

Numericamente, trata-se do mesmo conjunto fotográfico — arrisco dizer, ainda, que até os sensores são iguais. Ambos têm uma câmera principal de 64 MP, ultrawide de 12 MP, macro de 5 MP e profundidade, também de 5 MP.

Apesar do Galaxy A53 5G trazer um chipset bem mais avançado e com um processador de sinal de imagem (ISP) mais inteligente, a qualidade da imagem não é muito superior quanto eu gostaria.

O novo smartphone tira fotos melhores, mas as diferenças ficam mais perceptíveis durante à noite, quando o novo aparelho consegue lidar melhor com os ruídos e equilíbrio de brilho e nitidez.

Foto da câmera principal do Galaxy A53 5G (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Foto da câmera principal do Galaxy A53 5G (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Mas, no geral, os dois fazem ótimas fotos para o padrão intermediário. O pós-processamento da Samsung é ótimo em destacar a natureza, oferecendo cores vibrantes e saturação elevada. O modo retrato também é ótimo, fazendo um desfoque sem muitos erros.

Modo retrato do A52 é muito bom (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
Modo retrato do A52 é muito bom (Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Resumindo, não será no departamento fotográfico que você terá motivos para fazer o upgrade.

Galeria de fotos do Galaxy A53 5G

Galeria de fotos do Galaxy A52

Bateria e carregamento

A bateria do Galaxy A53 5G recebeu um bom upgrade em relação ao A72 com uma capacidade de 5.000 mAh, 500 mAh acima do antecessor. Pode parecer pouco, mas, com o auxílio do chipset mais eficiente, há uma autonomia de bateria boa para os padrões intermediários.

Mesmo não tendo se saído melhor quando comparado com o Galaxy A52s 5G 5G, houve um avanço em relação ao A52, que é o modelo padrão do ano passado. É possível chegar ao segundo dia tranquilamente com apenas uma carga, mantendo, claro, um uso mais moderado.

Bateria do A53 5G é ligeiramente maior que a do A52 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Bateria do A53 5G é ligeiramente maior que a do A52 (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Nos meus testes com o A52, também consegui chegar ao 2º dia, mas com um uso bem mais restrito, apenas com redes sociais e mensageiros ocasionalmente.

No carregamento, não há nada de diferente. Com 25 W de potência, os dois celulares carregam rápido, indo de 0% a 100% em cerca de uma hora de 20 minutos, boa marca para o setor.

Comparativo de fichas técnicas

Galaxy A53 5G

Galaxy A52

Dimensões e peso

159.6 x 74.8 x 8.1 mm, 189g

159.9 x 75.1 x 8.4 mm, 189g

Construção

Plástico

Plástico

Tela

6,5" Super AMOLED, Full HD, 120 Hz

6,5" Super AMOLED, Full HD, 90 Hz

Chipset

Exynos 1280 5G

Snapdragon 720G

RAM

6 GB

6 GB

Armazenamento

128 GB

128 GB

Câmeras

64 MP + 12 MP + 5 MP + 5 MP + 32 MP

64 MP + 12 MP + 5 MP + 5 MP + 32 MP

Bateria

5.000 mAh

4.500 mAh

Galaxy A53 5G x Galaxy A52: vale a pena trocar?

O Galaxy A53 5G é melhor que o A52 em alguns aspectos, mas eu não recomendo fazer o upgrade se você estiver pensando em comprar um celular 5G, mas se manter na linha Galaxy A.

O A53 5G se destaca apenas no desempenho, na conectividade 5G, na tela com taxa de atualização mais alta e na bateria. Só essas melhorias fariam o upgrade valer a pena, mas há uma grande pedra no sapato do novo A53 5G: o Galaxy A52s 5G.

A versão mais potente do A52 é basicamente idêntica ao A53 5G. Ele tem quase todas as características do novo modelo, como a tela de 120 Hz, o 5G e o design agradável, mas leva vantagem no desempenho, pois é equipado com o Snapdragon 778G 5G, superior ao Exynos 1280 5G.

E, por ter sido lançado no ano passado, o preço do A52s 5G já baixou o suficiente para ser um dos melhores custo-benefício do mercado brasileiro. Ele pode ser encontrado por cerca de R$ 1.800, enquanto o A53 5G, mais recente, gira em torno de R$ 2.300.

Resumindo, se você estiver procurando um Galaxy A com 5G, o Galaxy A52s 5G é a melhor opção sem pensar duas vezes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos