Mercado abrirá em 6 h 43 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    109,84
    +0,25 (+0,23%)
     
  • OURO

    1.811,50
    -4,40 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    29.147,95
    -889,58 (-2,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    649,59
    -21,09 (-3,14%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.100,92
    -543,36 (-2,63%)
     
  • NIKKEI

    26.397,97
    -513,23 (-1,91%)
     
  • NASDAQ

    11.892,00
    -43,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2303
    +0,0120 (+0,23%)
     

Comparativo Airdots 3 x Redmi Buds 3 Pro: qual é o melhor fone Xiaomi?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Quando o assunto é fone Bluetooth barato, a Xiaomi reina atualmente com os Redmi AirDots 3 e Redmi Buds 3 Pro. Um se destaca pelo excelente custo-benefício, enquanto o outro ganha pelo cancelamento ativo de ruído e ótima qualidade sonora.

Mas qual é o melhor para você? Eu coloquei os dois fones lado a lado e conto todos os seus pontos positivos e negativos nos próximos parágrafos!

Construção e design

Pode não parecer pelo nome, mas o Airdots 3 e o Redmi Buds 3 Pro são quase irmãos. Eles são bem parecidos no visual, inclusive no formato de pílula dos fones que não mudou, dando uma boa sensação de nostalgia para quem curte a linha.

O Airdots 3 traz o icônico design da linha (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
O Airdots 3 traz o icônico design da linha (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

A construção dos fones é de policarbonato e o acabamento é muito agradável. Eles seriam idênticos no design, não fosse a região perolada na parte externa do Redmi Buds 3 Pro, que dá a ele uma cara mais premium, além de justificar o nome “Pro”.

Como gosto é pessoal, não posso dizer qual dos dois é o mais bonito, por isso deixarei essa decisão com você. Mas, na minha opinião, o Redmi Buds 3 Pro leva a melhor em construção e design por ser um pouco mais robusto, enquanto o Airdots 3 traz consigo a proposta de ser mais simples.

Os dois fones são muito parecidos, mas o Buds 3 Pro é melhor na minha opinião (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Os dois fones são muito parecidos, mas o Buds 3 Pro é melhor na minha opinião (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Além disso, tanto o Airdots 3 como o Redmi Buds 3 Pro são resistentes a respingos d’água graças à certificação IPX4. Isso quer dizer que eles são uma boa pedida para quem quiser um fone Bluetooth para praticar exercícios. Eles também se destacam pelo peso baixíssimo, cerca de 5g por earbud.

Os dois fones Bluetooth também contam com três opções de borrachinhas (pontas de silicone) de diferentes tamanhos, para você poder escolher a que melhor se encaixa nos seus ouvidos. Infelizmente, não é possível fazer teste de ajuste e vedação, como vemos em fones mais caros.

Com relação ao estojo de carregamento, ambos possuem acessórios que me agradam. Eles são achatados, também oferecem um formato ovalado, mas a case do Redmi Buds 3 Pro lembra uma embalagem de TicTac, enquanto o Airdots 3 aposta num formato parecido com um porta-joias.

Case do Airdots 3 parece um porta-joias (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Case do Airdots 3 parece um porta-joias (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Independentemente do design, você não deve ter problemas em transportá-los em bolsos pequenos, por exemplo, pois são bem compactos e leves. Ah, e eles contam com conexão USB-C para oferecer carregamento rápido.

Botões e funções de toque

O Redmi Buds 3 Pro e o Airdots 3 possuem uma região externa sensível ao toque para controlar o fone sem precisar tirar o smartphone do bolso.

As funções dos dois são praticamente iguais e trazem os clássicos gestos de pausar, reproduzir, avançar ou retroceder músicas, além de atender ou recusar chamadas direto. O Redmi Buds 3 Pro, no entanto, tem uma combinação extra de ativar ou desativar o cancelamento ativo de ruído.

Os dois fones não têm app dedicado para alterar os gestos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
Os dois fones não têm app dedicado para alterar os gestos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Infelizmente, não é possível personalizar os gestos, já que a Xiaomi não disponibiliza um app dedicado como o Galaxy Wearable, da Samsung.

Conectividade

Em conectividade, não há muito o que falar dos dois fones. Eles são equipados com Bluetooth 5.2, a versão mais recente atualmente, então a conexão é muito rápida e estável. Você pode conectar o Redmi Buds 3 Pro e o Airdots 3 com smartphones Android e iPhone.

Como comentei acima, nenhum dos dois fones possui app dedicado, porém oferecem uma integração maior com dispositivos Xiaomi, tal qual o Samsung Galaxy Buds 2 no ecossistema da Samsung.

Entretanto, cada um tem seus diferenciais. O Airdots 3 é compatível com a detecção inteligente, que pausa automaticamente a música assim que os fones são removidos dos ouvidos. Já o Redmi Buds 3 Pro tem conexão multiponto, que basicamente permite que ele se conecte a dois gadgets simultaneamente.

Qualidade sonora

No som, os dois possuem um perfil mais aberto que busca agradar a todos os públicos.

Meu colega Rudy Caro, quem analisou o Airdots 3 para o Canaltech, disse que a experiência sonora é bem equilibrada, com graves mais presentes em relação aos modelos anteriores, porém que não impressionam.

Os médios, por sua vez, são bem evidentes e dominam 50% da assinatura de som, dando uma boa impressão de áudio limpo e claro.

Entretanto, o Airdots 3 peca um pouco nas frequências mais altas, o que pode prejudicar pratos de bateria, flautas, violinos e sintetizadores, mais vistos em Metal, Jazz, Música Clássica e Folk.

O som do Airdots 3 é bem parecido com o Redmi Buds 3 Pro, mas peca um pouco nos agudos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
O som do Airdots 3 é bem parecido com o Redmi Buds 3 Pro, mas peca um pouco nos agudos (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Já o Redmi Buds 3 Pro, também com um perfil aberto, se destaca nos médio e médio-agudo. Em canções de rock temos solos de guitarra cristalinos, pratos bem definidos e vocais claros. As frequências mais baixas, identificadas pelo bumbo ou baixo, poderiam brilhar mais um pouco.

Um ponto negativo do Airdots 3 que pode desagradar a alguns usuários é o volume máximo. Ele não é tão alto, então pode ser que você não consiga abafar o barulho de carros ou de conversas ao seu redor enquanto escuta músicas.

O Redmi Buds 3 Pro não tem esse problema justamente por oferecer cancelamento ativo de ruído. Inclusive, mesmo sendo intermediário, sua tecnologia é melhor que a do Beats Studio Buds, um fone de mais de R$ 1.000.

Nos meus testes com ele, pude andar numa das avenidas mais movimentadas da zona norte de São Paulo tranquilamente e com os ruídos dos veículos bem abafados. Em ambientes internos, ele também manda muito bem.

Bateria e carregamento

No carregamento, o Airdots 3 promete cerca de sete horas de reprodução de músicas, enquanto o Redmi Buds 3 Pro, “apenas” seis horas.

Nos testes com o Airdots 3, o fone de ouvido baratinho da Xiaomi teve um pico de nove horas de reprodução antes de pedir socorro, uma autonomia muito superior ao prometido pela Xiaomi. Claro que os resultados variaram bastante conforme o conteúdo e o nível de volume.

O pequenino Airdots 3 conseguiu durar até 9 horas de músicas (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)
O pequenino Airdots 3 conseguiu durar até 9 horas de músicas (Imagem: Ivo Meneghel Jr./Canaltech)

Com relação ao Redmi Buds 3 Pro, as seis horas prometidas são alcançadas apenas com o cancelamento ativo de ruído desativado e volume em 50%. Com o ANC ativado, os fones se mantiveram ligados por cerca de cinco horas, resultado muito próximo do alcançado pelo Samsung Galaxy Buds 2, para comparação.

A case de carregamento do Redmi Buds 3 Pro fornece até 28 horas de carga aos fones, contra 30 horas do Airdots 3. Ou seja, são bem parecidos.

Uma vantagem do fone Bluetooth mais caro é o suporte ao carregamento sem fio. O tempo de recarga é maior nesse caso, mas é muito bom para quem já está acostumado com essa tecnologia.

Airdots 3 x Redmi Buds 3 Pro: qual é o melhor?

Seria meio óbvio se eu disse que o Redmi Buds 3 Pro é o melhor dos dois porque tem cancelamento de ruído e um acabamento um pouco melhor. Mas nada disso importa se seu objetivo for pagar menos.

Nesse caso, o Airdots 3 oferece uma excelente relação custo-benefício. Aqui no Brasil, ele pode custar cerca de R$ 300, mas é possível encontrá-lo na gringa por pouco mais de R$ 100. É um preço incrível por tudo o que oferece: bateria de longa duração, som decente e bom design.

Mas claro, se você puder e quiser ter um excelente fone Bluetooth com cancelamento de ruído, tudo isso sem gastar muito, o Redmi Buds 3 Pro é sem dúvida a opção mais acertada no fortfólio da Xiaomi. Por aqui, ele custa em torno de R$ 500, um preço ok, mas pode ser encontrado no Aliexpress por cerca de R$ 300.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos