Mercado abrirá em 8 h 55 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,78 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,60 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,46
    +0,07 (+0,19%)
     
  • OURO

    1.878,40
    -0,80 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    13.218,55
    +1,26 (+0,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    261,93
    -10,76 (-3,95%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,24 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.582,80
    -146,19 (-2,55%)
     
  • HANG SENG

    24.409,78
    -299,02 (-1,21%)
     
  • NIKKEI

    23.261,98
    -156,53 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    11.229,50
    +96,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7356
    +0,0012 (+0,02%)
     

Comparações de benchmark dão vantagem à RTX 3090 sobre linha RX 6000

Felipe Demartini
·3 minutos de leitura

A AMD divulgou nesta semana mais detalhes sobre sua nova arquitetura de placas de vídeo, a RDNA 2, também batizada de Big Navi — um nome que, inclusive, a fabricante disse ter adotado oficialmente. Ao final de uma transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira (8), a empresa exibiu os primeiros benchmarks de uma combinação das GPUs com um Ryzen 9 5900X rodando alguns dos principais e mais exigentes títulos do mercado.

Enquanto alguns elementos importantes ficaram de fora, como exatamente qual placa de vídeo estava pareada ao processador topo de linha, os resultados já permitiram avaliar a performance do hardware no mundo real. E a conclusão, de acordo com uma comparação feita por sites especializados, é de que a concorrência ainda possui certa vantagem quando o assunto é poder bruto.

A análise do Tom’s Hardware considerou que a placa da AMD trabalhando ao lado do Ryzen 9 5900X seria a RX 6900 XT, o topo de linha da família de GPUs da marca. Por isso, para fazer a comparação, os resultados foram colocados lado a lado com os de uma RTX 3090, da Nvidia, em um PC com processador Intel Core i9-9900K. O resultado deu vantagem à última, com os mesmos jogos na configuração exata rodando melhor na segunda combinação.

Borderlands 3 em resolução 4K na configuração Badass, por exemplo, apresentou uma taxa estável de 61 frames por segundo na RX 6900 XT, contra 69 FPS na RTX 3090. Diferença ainda maior foi vista nos testes com Gears 5; o game, também rodando a 4K, exibiu uma taxa de 87 FPS na placa de topo de linha da Nvidia contra 73 FPS no modelo da AMD, que também ficou atrás de outra GPU da concorrente, a RTX 3080.

<em>Comparação entre novas placas da AMD e os principais modelos da NVIDIA mostram superioridade da segunda, mas existem mais questões a serem levadas em conta (Imagem: Tom's Hardware)</em>
Comparação entre novas placas da AMD e os principais modelos da NVIDIA mostram superioridade da segunda, mas existem mais questões a serem levadas em conta (Imagem: Tom's Hardware)

De acordo com os especialistas, essa é a taxa média obtida nos games, com a análise sendo feita desta forma para respeitar a métrica divulgada pela AMD. A comparação também leva em conta que há uma diferença de performance entre os dois processadores, mas como o dado depende quase exclusivamente do poder das GPUs, serve como uma medida adequada da comparação de poder entre as duas peças de hardware.

Os números, por outro lado, mostram a diferença de performance entre as gerações e, aqui, a AMD acerta em sua fala. De acordo com os dados, a RX 6900 XT apresenta uma performance 83% melhor em Borderlands 3 e impressionantes 88% de melhoria em Gears 5, representando, realmente um salto importante para quem está mudando de hardware dentro da família de opções da própria fabricante.

Há de se levar em conta, ainda, a fala de Lisa Su, vice-presidente sênior da AMD, de que os trabalhos nas GPUs ainda estão acontecendo e que os números apresentados são preliminares. Com lançamento previsto para o final do ano, as novas GPUs Big Navi devem ter versão final ainda mais potente. Apesar disso, especialistas acreditam que não a ponto de se equiparar às rivais, como era de se esperar e vinha sendo enaltecido pela própria empresa.

Por outro lado, a própria comparação também leva em conta os preços, já marcando que a AMD deve levar a coroa, mais uma vez, quando o assunto é o custo-benefício. Os rumores apontam para placas que devem custar algo em torno dos US$ 600 em suas versões mais robustas, o que as coloca em um ponto abaixo das opções da Nvidia e as torna interessantes para quem deseja performance, o ponto de qualquer upgrade desse tipo, mas sem afundar demais a mão no bolso.

As novas Radeon Big Navi ainda não têm data de lançamento marcada. A ideia é que essa informação venha no final do mês, em 28 de outubro, quando a AMD tem marcada mais uma apresentação ao vivo para falar de seus novos produtos. Preços e especificações finais também devem ser revelados na ocasião, com a previsão sendo de uma chegada ao mercado internacional em meados de novembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: