Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.148,13
    -184,55 (-0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Companhias dos EUA procuram profissionais brasileiros, mostra pesquisa

De acordo com levantamento, companhias dos EUA estão à procura de profissionais brasileiros. Foto: Getty Images.
De acordo com levantamento, companhias dos EUA estão à procura de profissionais brasileiros. Foto: Getty Images.
  • Levantamento mostra cenário otimista para profissionais brasileiros que querem trabalhar nos EUA;

  • Abbyland Foods, Microsoft, Orion Travel Technologie, SS Concrete Floors e Google foram as companhias que mais contrataram brasileiros;

  • Segundo CEO, organizações nos EUA buscam profissionais por causa do enorme déficit de mão de obra no país.

Levantamento feito pelo escritório de advocacia AG Immigration aponta que o atual cenário empregatício nos Estados Unidos parece favorável aos brasileiros que querem se estabelecer profissionalmente por lá.

Segundo o estudo, que levou em consideração os dados oficiais do departamento de trabalho americano, 1.418 brasileiros foram admitidos para trabalhar nos EUA em 2021.

Desse contingente, 142 profissionais, o equivalente 9,9% do total, começaram a trabalhar em cinco companhias: Abbyland Foods, Microsoft, Orion Travel Technologie, SS Concrete Floors e Google; as que mais contrataram brasileiros durante o período.

Leia também:

De acordo com o CEO da empresa por trás do levantamento, Rodrigo Costa, as organizações norte-americanas têm buscado profissionais do Brasil devido ao enorme déficit de mão de obra nos país.

"As empresas estão com 11,2 milhões de vagas abertas, mas são 5,7 milhões de pessoas desempregadas. Ou seja, não há gente suficiente para dar conta do crescimento econômico", explica ele. "Em 2021, por exemplo, foram 17.952 green cards emitidos para brasileiros, o segundo maior número da história."

Segundo o sócio da empresa especializada em empreendedorismo JBJ Partners, Jorge Botrel, o brasileiro é reconhecido no mercado de trabalho por seu esforço e qualificação, assim como pela sua “capacidade de adaptação a diferentes cenários”.