Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.797,30
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.982,92
    -51,82 (-0,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Compagas lança primeira chamada pública para receber biometano

Dutos de GNL

(Reuters) - A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) abriu nesta segunda-feira sua primeira chamada pública para o recebimento de propostas de fornecimento de biometano, com volumes a partir de 2 mil metros cúbicos por dia, informou a distribuidora à Reuters.

O modelo de contratação será firme, ou seja, com compromisso de entrega pelo fornecedor por um período mínimo de cinco anos.

O biometano é um combustível renovável que serve como substituto do gás natural, diesel e gás liquefeito de petróleo (GLP). Ele é obtido pelo refinamento e processamento do biogás que, por sua vez, provém da decomposição de rejeitos orgânicos do agronegócio, da indústria de alimentos e do setor de saneamento.

O gás natural renovável poderá ser entregue por meio da rede de distribuição, caso as usinas estejam instaladas em localidades já atendidas pela Compagas ou em municípios onde há projetos em andamento, ou, ainda, por meio de transporte terrestre, via carretas, na forma comprimida (GNC) ou liquefeita (GNL), no caso de usinas distantes da rede.

Os interessados em participar do processo têm até 31 de janeiro de 2023 para enviar propostas.

Segundo o CEO da Compagas, Rafael Lamastra Jr., a companhia também busca, com a chamada, expandir a área de cobertura do gás canalizado no interior do Estado, tanto na oferta de gás para indústrias e cooperativas quanto para a frota veicular, inclusive de transportes pesados, como caminhões e ônibus.

O lançamento da chamada faz parte da ação Compagas +Verde, com foco em sustentabilidade.

Segundo a empresa, além de emitir menos dióxido de carbono (CO2), o biometano reduz em 85% a emissão de óxidos de nitrogênio (NOx) na comparação com o gás fóssil.

"O biometano é o nosso gás natural renovável e é o caminho para fomentar uma economia em carbono neutro, com uma contribuição efetiva para a redução de emissões na atmosfera, e para atender ao anseio por combustíveis mais limpos", disse Lamastra, em nota.

A distribuidora Compagas está presente em 16 municípios do Paraná e tem entre os seus acionistas a elétrica estatal Copel, com 51% das ações; a Mitsui Gás e Energia do Brasil [8031.T], com 24,5%; e a Commit Gás, com 24,5%.

(Por Rafaella Barros)