Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.560,83
    +363,01 (+0,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.326,68
    +480,85 (+1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,39
    -0,06 (-0,07%)
     
  • OURO

    1.718,80
    -2,00 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    19.996,78
    -348,23 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    454,88
    -8,24 (-1,78%)
     
  • S&P500

    3.744,52
    -38,76 (-1,02%)
     
  • DOW JONES

    29.926,94
    -346,93 (-1,15%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    17.833,07
    -179,08 (-0,99%)
     
  • NIKKEI

    27.176,70
    -134,60 (-0,49%)
     
  • NASDAQ

    11.535,00
    -6,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0961
    -0,0174 (-0,34%)
     

Como tirar ban do Tinder | Recuperar conta

Saber como tirar ban do Tinder é bastante útil se, por algum motivo, a sua conta foi penalizada pelo aplicativo. Ainda que não seja uma tarefa simples, ela é possível, sobretudo se a restrição ocorreu por engano.

Segundo a plataforma, o banimento ocorre quando há violação dos Termos de Uso e/ou as Diretrizes da comunidade. Entre outros motivos, você pode ser penalizado se o seu perfil ou a sua atividade no app envolver conteúdos relacionados a:

  • Conteúdos sexuais;

  • Assédio;

  • Violência ou agressão física;

  • Discurso de ódio;

  • Informações privadas (como dados financeiros);

  • Spam (o que inclui perfis falsos);

  • Promoções e anúncios;

  • Prostituição e tráfico;

  • Falsificação de identidade;

  • Violar direitos autorais e marcas comerciais;

  • Qualquer atividade ilegal.

Ter mais de uma conta, usar app terceiros e ficar inativo por mais de dois anos são outras atividades que podem levar ao banimento. Usuários menores de 18 anos também estão sujeitos à penalidade.

O Tinder é categórico ao não permitir que o usuário banido recupere a sua conta original. Caso a medida tenha sido aplicada por engano, acione o suporte da plataforma. Nele, informe o seu e-mail e telefone para contato. Descreva em detalhes a situação e, se necessário, adicione capturas de tela. Confirme o envio e aguarde o retorno do aplicativo.

Caso você não obtenha sucesso, será necessário deletar a sua conta completamente e criar um novo cadastro. Em “Configurações”, deslize a tela até o final e selecione o comando “Deletar conta”. Para evitar que o app identifique o seu retorno e restrinja o perfil, é preciso tomar alguns cuidados.

1. Use outra conta da Google Play e da Apple Store

Depois de deletar o perfil e desvincular o Facebook, reinstale o Tinder. Antes, contudo, entre na Google Play ou na Apple Store com uma nova conta. Assim, você evitará que a plataforma rastreie a sua atividade.

2. Desvincule a sua conta do Facebook

Para evitar problemas e começar do zero, desvincule a sua conta do Facebook. Basta acessar as “Configurações” da rede social e, em “Apps e sites”, localize o Tinder. Clique sobre o app e, finalmente, em “Remover”.

Para tirar o ban do Tinder completamente, desvincule sua conta do Facebook (Captura: Kris Gaiato)
Para tirar o ban do Tinder completamente, desvincule sua conta do Facebook (Captura: Kris Gaiato)

3. Mude o endereço de IP

Por fim, altere o endereço de IP no seu celular. Isso é possível tanto no Android quanto no iPhone. Basta reiniciar o WiFi e, nos ajustes do seu aparelho, inserir o endereço manualmente.

4. Use outro número de telefone

Outra medida de precaução é usar um novo número de telefone para se cadastrar. Caso o seu aparelho não possua espaço para dois chips, você pode usar um eSIM ou trocar o chip apenas para fazer a verificação.

Com tudo pronto, você já pode criar uma nova conta no Tinder. Mas, fique atento: se você violar as regras da plataforma novamente, é provável que seu cadastro mais recente também seja banido.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: