Mercado abrirá em 6 h 56 min
  • BOVESPA

    119.646,40
    -989,99 (-0,82%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.125,71
    -369,70 (-0,81%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,28
    +0,04 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.870,40
    +3,90 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    34.294,86
    -367,75 (-1,06%)
     
  • CMC Crypto 200

    678,58
    -22,04 (-3,15%)
     
  • S&P500

    3.851,85
    +52,94 (+1,39%)
     
  • DOW JONES

    31.188,38
    +257,86 (+0,83%)
     
  • FTSE

    6.740,39
    +27,44 (+0,41%)
     
  • HANG SENG

    30.012,19
    +369,91 (+1,25%)
     
  • NIKKEI

    28.783,13
    +149,67 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    13.382,25
    +88,00 (+0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4177
    -0,0809 (-1,24%)
     

A ceia de Natal está diferente: como seria a Noite Feliz por videoconferência?

Natália Eiras
·6 minuto de leitura
Over shoulder view of Santa Claus video calling kid girl on laptop greeting child by webcam talk open Christmas gift box in virtual online chat meeting using computer sit at workshop table on xmas.
O pavê vai ser só para ver mesmo e você poderá silenciar aquele seu tio chato; apenas vantagens em manter o distanciamento social inclusive nas Festas. Foto: Getty images

Uma época de felicidade, amor, união e abraços. Abraços? Em época de covid-19? Melhor não, né. Visto que o Brasil está passando por uma segunda onda de casos da infecção causada pelo novo coronavírus, a melhor escolha para a noite de Natal seria ficar em casa. Longe dos seus avós, mas perto do coração --e do computador deles, por videoconferência. Mas como seria esse encontro por uma reunião virtual? A gente imaginou:

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

O pavê é só para ver mesmo

Uma família completa costuma ter aquele parente piadista cujas tiradas podem ser engraçadinhas ou apenas inadequadas. Nunca hilárias. Por videoconferência, este familiar pode até tentar roubar a cena falando mais alto do que os outros, interrompendo quem está com o microfone ligado para soltar uma anedota. Mas a verdade é que, caso você não tenha um pavê na sua casa para comer, ele vai ser só para ver mesmo, o que tira muito o brilho desse personagem da ceia de Natal. A não ser que ele seja um showman nato, é difícil segurar a plateia durante uma reunião virtual. Para a felicidade dos integrantes mais novos da família.

Festa alternativa dos adolescentes

Falando neles, sabe aqueles seus primos adolescentes que passam a noite toda com a cara enfiada no celular, sem mal cumprimentar os outros. Se antes já era difícil ver o rosto deles sem ser sob a luz do telefone, neste ano você nem veria a cor dele. É que, com certeza, o seu primo mais novo vai estar com a câmera do Zoom desligada para que você não o incomode. Só vai entrar para a sua tia não encher o saco dele, mas, na real, ele também terá deixado a reunião no mudo porque pouco se importa com a conversa que está rolando.

Em outra aba do navegador, no entanto, é onde vai estar o fervo jovem. Toda a ala adolescente da família vai criar uma outra sala de videoconferência. Vai ser a festa alternativa e secreta de Natal. Será onde eles vão comentar e falar mal da ceia principal. Além de compartilhar vídeos do Tik Tok. É o refúgio deles dos parentes inconvenientes que perguntam de suas vidas amorosas.

E os webnamoros?

O que nos leva aquela tia que quer saber quando é que terá mais um casamento para participar. Quando vai conhecer seu novo namoro. Porque mulher solteira só pode estar infeliz. Não existe, sob o ponto de vista dela, como uma pessoa estar plena e satisfeita sem um companheiro. Assim que você entrar na sala, com certeza vão logo perguntar sobre sua vida amorosa. Mas, em vez de “e os namoradinhx?”, vão lançar o mais atualizado --e mais responsável durante uma pandemia: “E os webnamoradinhxs?”. Ela pode emendar também com um comentário sobre a sua cara estar mais redonda na câmera. “Engordou na quarentena? Conheço um aplicativo ótimo de treino em casa”. Ou, caso você esteja em um relacionamento: “O casamento vai acontecer depois da quarentena?”.

O lado bom é que, neste ano, você não vai precisar dar uma resposta qualquer e sorrir com cara de tacho. Na internet você pode mandar apenas um “rsrsrs” no chat ou fingir que a sua conexão está uma porcaria. “O que você disse? Está cortando aqui. Eita, até congelou.”

Tretas na internet

Sempre tem uma briga. Pode ser por rancor antigo da família entre duas tias ou um primo mais velho esquerdista versus aquele seu tio que compartilha fake news no Whatsapp. Na Ceia do Zoom, essa discussão vai ter menos espaço, já que, se rolar na câmera, os outros podem silenciá-los, mas a coisa pode sair do controle se for pro chat. O jeito vai ser dar aquela descontraída com memes.

O amigo secreto vai ser um pouco miado. Não pela falta de presentes, porque o que não falta são lojas online e serviços de entrega que podem facilitar a troca de prendas. Vai ser porque com certeza vai ter o apressadinho que vai abrir o pacote antes de rolar a revelação e já vai entrar na videoconferência dando na cara que ultrapassou limites. Um tradição que já deixava muita gente infeliz vai ficar mais tensa porque haverá mais chances de alguém esquecer de comprar o presente. E está pronto o ambiente para uma boa troca de farpas na internet.

Soneca x Festa no Zoom

Existe aquele familiar peculiar cuja a combinação de uma boa refeição com umas taças de vinho a mais o levam a tirar um soninho dos Deuses. Se em uma ceia de qualquer outro ano esse cara invadiria o quarto de alguém da família anfitriã pra tirar um cochilo, na videoconferência ele vai aparecer lá no fundo, roncando no sofá. Isso se ele não dormir bem na frente da câmera, permitindo que o resto da família vigie o sono dele.

Em contrapartida, sempre há o parente que bebe e, em vez de dormir, quer é botar fogo no parquinho. Aumenta o som, chama os outros para dançar. Se ele manter o pique inclusive em uma ceia virtual, é possível que você participe de mais uma festa por videoconferência durante esta quarentena. Por que você ainda não investiu naquelas lâmpadas que mudam de cor, hein?

O barulho de criança que cria a trilha sonora de uma boa ceia de Natal deve ser de outra maneira. Talvez tenha uma criança menor invadindo a câmera de uma das suas tias. Outra que pega o celular ou computador para brincar e tira todo mundo do enfoque. E, claro, não podemos esquecer do priminho ansioso, que pergunta toda hora: “Posso abrir os presentes?”. Mas desta vez há a possibilidade de silenciá-lo com o apertar de um botão.

Aquele parente distante que você vê apenas no Natal e que, por se sentir um pouco deslocado, fica quieto vai continuar sendo o mesmo. Ele pode até estar presente na frente da câmera, mas o espírito dele deve estar no especial do Roberto Carlos que não aconteceu neste ano.

Infelizmente, a tecnologia não está avançada o bastante para transferir virtualmente a sensação do abraço da sua avó ou daquele familiar mais velho que você nutre um carinho especial. Este ano, teremos que ficar sem essa sensação de conforto que o toque, principal transmissor da covid-19, nos promove. Mas vale a pena se for para garantirmos a presença deles na Ceia de Natal do ano que vem. Apenas vantagens em mantermos o distanciamento social inclusive durante as festas de fim de ano.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube